Labels

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Pr. João desceu do monte....

“Mas o povo, vendo que Moisés tardava em descer do monte, acercou-se de Arão, e lhe disse: Levanta-te, faze-nos um deus que vá adiante de nós; porque, quanto a esse Moisés, o homem que nos tirou da terra do Egito, não sabemos o que lhe aconteceu. E Arão lhes disse: Tirai os pendentes de ouro que estão nas orelhas de vossas mulheres, de vossos filhos e de vossas filhas, e trazei-mos. Então todo o povo, tirando os pendentes de ouro que estavam nas suas orelhas, os trouxe a Arão; ele os recebeu de suas mãos, e com um buril deu forma ao ouro, e dele fez um bezerro de fundição. Então eles exclamaram: Eis aqui, ó Israel, o teu deus, que te tirou da terra do Egito. E Arão, vendo isto, edificou um altar diante do bezerro e, fazendo uma proclamação, disse: Amanhã haverá festa ao Senhor. No dia seguinte levantaram-se cedo, ofereceram holocaustos, e trouxeram ofertas pacíficas; e o povo sentou-se a comer e a beber; depois levantou-se para folgar”. – Êxodo 32-1.6

Fiquei uns dias fora do ar por estar de férias. Deixei de visitar o mundo virtual, o que me fez muito bem, pois estava muito viciado, quase como aqueles adolescentes deslumbrados com os “milhões de amigos” feitos no Orkut. Foi muito bom redescobrir que não tenho nada que me prenda ou me limite. Apenas senti falta dos bons amigos (boas amigas, principalmente E SEM duplo sentido...) que fiz, principalmente na blogosfera.

Agora que voltei, vejo que estou mais leve, porém bem mais crítico. Não sei explicar bem a razão, mas talvez seja pelo fato de ter ficado tanto tempo sem fazer nada do que estava condicionado a fazer mecanicamente. Estava na roda viva do “tenho que postar, tenho que postar, tenho que postar...”. Estava me sentindo mal com isso, parecia uma obrigação!

Vejo também que "enquanto estive fora" o povo andou tomando direções estranhas. Alguns andaram erguendo altares, construindo deuses pagãos, dando seu espaço de adoração para outras entidades. Ainda estou tentando entender. Qualquer dia escrevo sobre isso (e NÃO adianta perguntar o que quero dizer, pois ainda estou tentando entender, como já disse...).

Preciso administrar melhor este meu tempo. Ainda mais por que estou voltando também de férias no trabalho, com trocentos emails com assuntos dos mais diversos a resolver. Vou caminhando, devagar e sempre. Preciso focar minhas energias naquilo que exige maior atenção no momento. Muitas coisas boas aconteceram nos meus dias de liberdade, mas agora volto a pisar em solo firme e noto que mudei, bem como as pessoas ao meu redor também mudaram.

Como diz aquela famosa frase de não sei bem quem (risos):

“Um homem nunca passa duas vezes pelo mesmo rio. Primeiro por que as águas serão outras; segundo, por que ele próprio terá mudado”.

Isso define bem minha sensação.

De longe, pude notar que os problemas não eram tão grandes assim, bem como aquilo que me trazia alegria não era tão vital. Isso assusta alguns, pois tudo se relativiza e gera insegurança para quem não entende o que está acontecendo. Aqueles que tinham algum tipo de poder sobre mim sentem que estou escorrendo por seus dedos e agora não me controlam mais. Aquilo que carregava em minhas mãos também está livre. Nenhum peso, nenhuma culpa.

Sinto que estou mais crítico, menos tolerante e mais focado naquilo que é de maior importância em minha vida. Nada de egoísmo, apenas mais seletivo. Agüentei firme porrada atrás de porrada antes de minhas férias. Agora noto que estou mais resistente aos “impactos” e quedas.

Desci do monte com o rosto resplandecente. Não com maior ou menor virtude, mas com uma estranha sensação de que as coisas estão diferentes, tanto em mim, quanto nos outros. Mas será que mudou mesmo? Talvez a proximidade com as situações estressantes fizesse com que eu não conseguisse separar o joio do trigo. Era um bololô só, todos dentro de um liquidificador, lutando desesperadamente para não ser atingido pelas lâminas que trituram tudo e todos, transformando o bom e o mau numa massa só.

Enquanto estava no monte, perdi a necessidade de tentar administrar tudo. Aqui em baixo, tudo agora parece menor. Acho que isso é bom.

E todos se regozijaram.... (?)

Reações:

15 comentários:

  1. Pastor,

    Fiquei pensativa agora...
    E em relação a duas coisas que você deu ênfase.

    Primeiro, essa compulsão seja pelo que for. Se está ocupando espaço demais a gente pára e reflete. Pelo menos é o que se deve fazer para manter o corpo, a mente e o espírito saudáveis. Euzinha por exemplo, nunca quis compromisso com blog nesse sentido, daí até recusar certos recursos que fascinam mais e mais nos enganando e fazendo com que fiquemos mais dependentes. Não caio mais nessa armadilha, tô beeem lembradinha de minha vida pregressa, abafa!

    Apesar de tudo, tenho a meu favor que nunca me deslumbrei com números (até já falamos sobre isso por aqui, né?) então não me incomodo com quantos me seguem ou deixam de seguir. Acho até meio "nada a ver" essa expressão "seguir"... Orkut então nem tenho mais, começou a me incomodar, excluí na lata. E coitado do MSN se depender de mim... Não faço questão de tuitar, já ando ocupada demais, com o povo tuitando nos meus ouvidos. Esse lance de encher o blog de recursos e viver de redes sociais eu acho a maior ilusão, a maior bobagem do mundo. Já vi gente chocada porque não tenho, ora, quem quiser ter que tenha mas não me analise por isso. e eu tô tão preocupada com isso, capaz até de nem dormir :P

    Por outro lado, antigamente, no tempo de ICQ, IRC e salas de bate-papo,(Eu tinha até uma página na internet), confesso que eu tinha certa compulsão, respirava teclado e tela de computador, isso lá em 95/96 e durou uns oito anos, MAS (Bendito mas!) eu tinha outra cabeça, não tinha tido AINDA uma real experiência com Deus, havia me tornado uma debochada pelas vicissitudes da vida e tal, vc sabe mais ou menos...

    A outra coisa é sobre você ter estranhado o comportamento de alguns. Não sei bem a que ou quem você se refere, mas só sei(e vc tb sabe) que essa tristeza faz parte da relação humana. De vez em quando a gente se desilude com algo ou alguém, mas bola pra frente! Sentimos isso inclusive em família e pessoas mais próximas, como vc bem sabe, mas precisamos ser tolerantes com aqueles que se mostram sinceramente arrependidos das vaciladas inevitáveis.

    De fato, nem precisa ir muito longe e se dermos uma rebobinada até uns meses atrás, a gente vê mudanças sim e até "faz parte", claro, pois somos seres dinâmicos, mutantes. Pena que nem sempre vemos algo legal, admito. Mas aí não adianta dar murro em ponta de faca... é só lamentar mesmo :(

    É por essas e outras que eu só creio na dinâmica onde o centro é Jesus e por isso eu só quero ir - seja pra onde for - com Ele.
    Sem Ele nada mais faz sentido pra mim.

    Meu carinho,
    Rê.

    ResponderExcluir
  2. Minha amada bispa preferida!

    Acho que em parte posso até ter me espressado mal...

    Por outro lado, também falei no texto que talvez EU MESMO tenha mudado um pouco nestes dias de férias.

    Pessoalmente creio que isso foi para melhor!

    Apenas perdi um pouco do 'fascínio' que tinha, mas talvez seja por eu estar ainda em primeira marcha.

    Te amo minha irmãzinha!

    Ah, o que era bom de notar também vc não falou nada:

    "Apenas senti falta dos bons amigos (boas amigas, principalmente E SEM duplo sentido...) que fiz, principalmente na blogosfera."

    De que você acha que eu estou falando??

    Beijos

    JC

    ResponderExcluir
  3. Risos mil
    Sei sei, entendi perfeitamente, mas eu tenho essa mania de me preocupar com o que esteja (supostamente) entristecendo as pessoas, principalmente as que amo e admiro, daí "me acho" a mãezona e tome aconselhamento cheio de floreios he he (Esse é um dos meus defeitos, confesso)
    Realmente, vc tá certo isso que vc cita é bom de notar... e do que é bom apenas me deleito rsss

    E agora vc fala uma coisa, liaizzz, duas, que me deixam muito alegre: uma que tá mudado depois das férias, que bom, já pensou se vc diz, voltei na merrrma :P E outra é dizer que tá em primeira marcha. Isso é muito bom, principalmente porque sei que você só tem primeira mesmo, já que o motor é automático. No mais é só enfiando o pé (ou não) conforme as circunstâncias. (Afe, filosofando uma hora dessas, ninguém merece. :P)

    Beijos,

    RC ( tu és JC e eu RC- tu Jesus Cristo e eu Rainha do Céu, tá pouco? ahuahuahauhauhauhauhauah)

    ResponderExcluir
  4. Desculpaí, tá? Mas meu nome é Regina Célia que em latim significa Rainha do Céu meizzz (moral!)

    ResponderExcluir
  5. Como você é herege!!!!!!!!!!!

    Beijos!

    JC (Jão Carecão)

    ResponderExcluir
  6. Que bom, voltou!!
    Alegria por ver mudanças em tua vida.

    beijocas

    ResponderExcluir
  7. Pastor, (Momento tititi)

    Dá uma espiada aqui:

    http://www.genizahvirtual.com/2010/08/blogueira-esposa-de-pastor-solta-franga.html

    Euzinha ré confessa, com o meu sincericídio à toda, fui surpreendida com uma saraivada de pedras por um tal de "Depósito de idéias". Na verdade, dirigi-lhe apenas uma ou duas palavrinhas ácidas, sem saber o que viria a seguir rss

    Sabe aquele "Hã?!"

    (Mas confesso que ri pra caramba, num vou mentir. Liaizzzz, como eu me divirto com certas situações...)

    Ora, o cara coloca o nome do blog de "consultoria gospel", diz coisas passíveis de se discordar e não sabe lidar com isso?! E o pior é que eu achava que fossem duas pessoas(blogs)distintas. Com o pronunciamento dele foi que vi que eram a mesma pessoa.Uia!

    E o pior, é que o cara vai falando de sua postura cristã e de Jesus,(quase dá pra ver o peito dele estufado he he) mas tá mesmo é devolvendo "dicunforça" e em dobro as supostas pedradas que lhe enviei, anulando o belo/pretenso/suposto discurso acerca do verdadeiro Amor:)

    Ô meu JesuzimCristim, como dizia meu pai...

    Enfim, acontece nos melhores espaços virtuais da Inglaterra.

    bj

    R.

    ResponderExcluir
  8. Eu fui xeretar a pendenga, ri litros.

    ResponderExcluir
  9. Dri mulé,
    Enfiei a colher e agora sou uma enrustida.
    É no que dá criticar nomes de blogs alheios(Não insistam, não vou mudar o meu rss)
    Afe!
    bj
    R.

    ResponderExcluir
  10. Eu li e comentei também...

    Mas tô tão fraquinho ultimamente que nem tive coragem de entrar no entrevero...

    Vou comer uns mocotós este final de semana pra ficar mais forte, aí entro na voadora!!!

    Yááááááhhhhhhhh!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  11. Pastor,
    Gostei do que o senhor escreveu. Voltou mesmo resplandescente do monte, heim? Gostei!
    E num se preocupe não, quando for algo mais sinistro eu contrato o sr. que afinal é meu guru espiritual, ué :P
    bj
    R.

    ResponderExcluir
  12. Rapaz, pare com isso.

    Você viu os adjetivos que ganhei :)

    ResponderExcluir
  13. Eita, estava achando seu blog abandonado, ufa que bom que voltou homem de Deus. Bom, vc disse que voltou mudado??? vamos ver até começar a manusear novamente tudo, rsrs mas espero que tenha mudado sim e pra melhor. De vez enquando é bom dar uma sumida.
    Seja bem vindo !
    Paz!

    ResponderExcluir
  14. Rô, tava de férias....

    Ôh coisa boaaaaaaaa!

    ResponderExcluir

Anônimo, eu não sei quem é você, mas o Senhor te conhece muito bem. Sendo assim, pense duas vezes antes de utilizar este espaço LIVRE (poderia bloquear comentários de anônimos mas não o faço por convicção pessoal e direção espiritual) antes de ofender quem quer que seja. Estou aberto para discutimos idéias sem agredir NINGUÉM ok? - Na dúvida, leia mil vezes Romanos 14, até ficar encharcado com a Verdade sobre este assunto...