Labels

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

O que eu faço com estes 10 minutos?


Vamos lá. Hora morta (13:20hs), todo mundo almoçando e eu de plantão, esperando o povo chegar para dar andamento aos ‘meus negócios’. Na área que trabalho (transporte marítimo) todo mundo some ao meio dia e fico aqui agoniado, aguardando a cambada para mendigar algumas reduções de frete.

Acho legal, mas a competição é muito grande. Grande e suja. O que é falado não vale nada, e o que é escrito tem que ser muito bem interpretado, pois sempre que podem tiram da reta e colocam o seu... Gostaria de trabalhar com o que realmente gosto, mas ainda não fui abençoado com isso. Será que se eu fizer alguma campanha ou comprar uma Bíblia de 900 reais eu consigo sucesso?

Sonho em ter um restaurante, uma lanchonete, uma pizzaria, um café. Ou então um sebo de discos e livros usados. Ou a mistura dos dois. Preciso de um sócio. Coragem tenho, mas falta ‘achar a ponta do durex’...

Pensei em estabilidade também, tipo concurso público. Meu aproveitamento em concursos é de 50%. Passei em um e no outro que fiz não. Falo isso por segurança, mas no fundo não creio que nasci para esta vida.

Viver da fé? Já tenho feito isso! Minha vida e sustento é um milagre diário, nado com os tubarões e tenho sido sustentado de pé. Deus tem sido muito bom comigo.

Viver da fé me dá uma idéia: Talvez abrir uma franquia da Universal ou da Renascer. Não preciso de muito para isso. Aprender a falar como o Edir Macedo ou o Estevam, vender meus valores morais e éticos, corromper a verdade do Evangelho e me tornar um mercador da fé. Dizem que dá muito dinheiro. A taxa da franquia ainda não sei qual é, nem os royalties que devem ser pagos ao franqueador, mas com certeza não será apenas 10% (risos...).

Acho que não vale a pena. Quero ser patrão, não uma marionete. Papo de geração apostólica né?

Bom. O que queria eu consegui: Passar o tempo sem pensar nada sério. Já são 13:30hs. O pessoal já deve ter escovado os dentes. Deixa eu parar de sonhar e voltar ao trabalho. Depois eu almoço (um luxo para mim... rsrs).

O tempo urge e está contra mim agora!

Reações:

5 comentários:

  1. Gosto de ler seus devaneios meu amigo, tanto quanto gosto de seu espírito crítico. Infelizmente ando meio sem tempo para passar por aqui - o meu anda às traças. Me faltam as palavras e os motivos. Acho que tomei um caldo e as águas entraram pelas narinas... é... não sei bem ao certo... mas há momento na vida que tudo pára... tudo se aquieta e perde o brilho... bom! é assim mesmo, ou não?! De tanto sonhar a vida fica sem graça... abraços!

    ResponderExcluir
  2. Ah Tiago, bom te ver por aqui, tava carente (risos)...

    Às vezes acho que pego muito pesado e o povo corre de mim mas, afinal de contas, o blog é meu!

    Obrigado pelas palavras de incentivo... eu sei que viajo muito mesmo, rsrs

    Abração bem forte, nAquele que nos une!

    JC

    ResponderExcluir
  3. Poxa, obrigada pelo seu comentário lá no blog... tenho certeza de que muitas coisas q escrevo não são unanimidade, mas o que quero é exatamente compartilhar opiniões... tenho 1 ano de convertida, ainda não sou batizada, tenho muita coisa para aprender... o melhor de tudo é mesmo confiar nO Senhor e permitir que ELE me molde, isso é realmente maravilhoso....

    Passe por lá mais vezes, seu blog já estava nos meus "favoritos"... =)

    Um abraço,
    Dalva

    ResponderExcluir
  4. Oi, João

    Isso num é crise pré-findi não? rss

    Falando sério, amo teus posts pois são leves e bem humorados, nos fazem rir e refletir sobre as ânsias do nosso coração e dos apelos externos.
    E que maestria isso em dez minutos, heim?! Quando eu crescer quero ser que nem tu rss (Vale não, essa eu já falei ontem pra o Ricardo Mamedes he he he)

    Também curto neles (teus textos) essa total ausência de jargão de crente. E aproveito pra fazer o meu protesto: ABAIXO O JARGÃO DE CRENTE! Blergh!

    Sabe...

    Logo que me converti o C.F. esteve aqui e na sua pregação ele falava sobre um surfista recem-convertido que de frente pras ondas do mar dizia: Jesus, mermão, agora que eu te encontrei vê se tu num some da minha vida, cara. Fica comigo, mermão! (mais ou menos assim rss)
    Daí o C.F. disse que só lamentava porque daí a alguns anos ele estaria em outro espaço físico dizendo:
    Ó Deus Todo-Poderoso! Tu és Soberano, o Senhor dos Exércitos! Estamos todos aqui em Tua presença, para...

    Ora, Deus é solene mas não é sisudo e não tem problemas de ego para que precise que se arme um circo de adoração para Ele.Nem de fala, nem de exterioridades, nem de local.

    Tem gente que se orgulha da pompa da orquestra da sua igreja, da indumentária da sua igreja, da acústica da sua igreja.

    Quanta bobagem! Parafraseando o salmista, Deus deve estar rindo de tanta vaidade(tolice)

    E o que dizer da "subversão" de Jesus ao dizer que estará entre dois ou três que clamarem em SEU NOME? Esse Jesus aí os vaidosos cerimonialista judaizantes não querem...

    Xô parar por aqui senão vira outro texto e também vão me xingar de desigrejada rsss

    Parabéns pelo texto.

    Beijos,

    R.

    ResponderExcluir
  5. Ser desigrejado dentro da igreja é que é o 'must' minha querida!

    Não vão entender nunca, e não estou nem afim de explicar!

    Beijo no coração e obrigado pela visita!

    JC

    ResponderExcluir

Anônimo, eu não sei quem é você, mas o Senhor te conhece muito bem. Sendo assim, pense duas vezes antes de utilizar este espaço LIVRE (poderia bloquear comentários de anônimos mas não o faço por convicção pessoal e direção espiritual) antes de ofender quem quer que seja. Estou aberto para discutimos idéias sem agredir NINGUÉM ok? - Na dúvida, leia mil vezes Romanos 14, até ficar encharcado com a Verdade sobre este assunto...