Labels

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Olhe para o céu quando quiser vê-la de novo!


Você não está aqui hoje mas conversamos um pouco por telefone. Você chorava muito, mal reconheci sua voz, mas conhecia muito bem sua dor. Ela também me tocou com seus dedos gelados meses atrás. Queria poder segurar tua mão hoje e dar meu ombro para você chorar. Da outra vez pudemos almoçar juntos, tive a oportunidade de te ouvir e dividir o calor de minha alma com a tua.

Sei que você fez o seu melhor, mesmo contra tudo e todos que se levantaram contra você. Você não se cansou, mas ela sim. Tão nova, ceifada sem piedade. Não sabemos se todos os pequenos sonhos que ela teve se realizaram, mas sei que você foi até o Imperador para tentar atender seus desejos de criança.

Aquele vento frio passou. Em seu lugar ficou apenas a ressaca das noites sem dormir, embalando os sonhos de uma criança indefesa. Ela foi amada e cuidada, isso que importa. Não pense que o pior aconteceu. O pior não existe para as princesas, elas são sempre felizes para sempre.

Hoje não haverá boa noite em nosso jornal nacional, apenas um até amanhã, em memória desta pequena imperatriz que hoje voltou à morada eterna.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Anônimo, eu não sei quem é você, mas o Senhor te conhece muito bem. Sendo assim, pense duas vezes antes de utilizar este espaço LIVRE (poderia bloquear comentários de anônimos mas não o faço por convicção pessoal e direção espiritual) antes de ofender quem quer que seja. Estou aberto para discutimos idéias sem agredir NINGUÉM ok? - Na dúvida, leia mil vezes Romanos 14, até ficar encharcado com a Verdade sobre este assunto...