Labels

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Creio até o fim, e depois também!


2 Samuel 12:13-24

"Então Davi disse a Natã: "Pequei contra o Senhor!" E Natã respondeu: "O Senhor perdoou o seu pecado. Você não morrerá. Entretanto, uma vez que você insultou o Senhor o menino morrerá".

Depois que Natã foi para casa, o Senhor fez adoecer o filho que a mulher de Urias dera a Davi. E Davi implorou a Deus em favor da criança. Ele jejuou e, entrando em casa, passou a noite deitado no chão. Os oficiais do palácio tentaram fazê-lo levantar-se do chão, mas ele não quis, e recusou comer.

Sete dias depois a criança morreu. Os conselheiros de Davi ficaram com medo de dizer-lhe que a criança estava morta, e comentaram: "Enquanto a criança ainda estava viva, falamos com ele, e ele não quis escutar-nos. Como vamos dizer-lhe que a criança morreu? Ele poderá cometer alguma loucura!" Davi, percebendo que seus conselheiros cochichavam entre si, compreendeu que a criança estava morta e perguntou: "A criança morreu?" "Sim, morreu", responderam eles.

Então Davi levantou-se do chão, lavou-se, perfumou-se e trocou de roupa. Depois entrou no santuário do Senhor e o adorou. E, voltando ao palácio, pediu que lhe preparassem uma refeição e comeu. Seus conselheiros lhe perguntaram: "Por que ages assim? Enquanto a criança estava viva, jejuaste e choraste; mas, agora que a criança está morta, te levantas e comes!"

Ele respondeu: "Enquanto a criança ainda estava viva, jejuei e chorei. Eu pensava: Quem sabe? Talvez o Senhor tenha misericórdia de mim e deixe a criança viver.Mas agora que ela morreu, por que deveria jejuar? Poderia eu trazê-la de volta à vida? Eu irei até ela, mas ela não voltará para mim".

Depois Davi consolou sua mulher Bate-Seba e deitou-se com ela, e ela teve um menino, a quem Davi deu o nome de Salomão".


Deus tem falado muito comigo através deste texto. Poucas pessoas entendem a razão deu continuar crendo que minha mãe possa ser curada. Luto com opiniões de pessoas muito próximas, muito amadas, que preferem que minha mãe morra logo para que ela descanse ao invés de ficar vivendo todo este sofrimento. Eu realmente quero que o melhor aconteça para ela, mas acreditar que meu ponto de vista é o melhor não corresponde aos fatos, da mesma maneira que também não aceito que queiram que ela entre no descanso eterno adiantando o relógio de Deus.

Todos nós estamos sofrendo a angústia e dor gerada por esta situação, que foge totalmente de nosso controle. Se eu pudesse, daria parte de mim para curá-la, mas não há nada a ser feito. O que podemos fazer é jejuar e orar. Jejuar de nosso conforto e paz, se alimentando de tribulação, angústia e dor. Saber esperar a definição da situação em espírito de humildade e contrição. Prostrar-me ao chão e orar, em espírito de submissão, sabendo que Deus está no controle de todas as coisas.

O desgaste emocional de meus amados tem sido tão grande quanto o sofrimento de minha mãe. Não estão conseguindo segurar a onda. Tenho tentado fazer com que vejam que Deus ainda não colocou um ponto final na situação, sendo essa a razão de não desistir em orar e clamar pela cura. Chego a ser duro, mas agindo com amor, tentando trazer à lucidez aqueles que já estão questionando o amor e o cuidado de Deus.

Qual opção há quando todas as portas estão fechadas? Insistir batendo, até que te atendam. E se a resposta for negativa, pelo menos teremos tentado até o fim. E quando Deus colocar um ponto final, que estejamos prontos para nos levantar desta prostração emocional, nos lavar, limpando todo resquício de dor e morte, nos ungir com o doce perfume de Cristo, colocar uma nova roupa, limpa, bonita, nova, entrar no santuário do Senhor e adorá-lo.

Adorá-lo sem demagogia, sem falsa santidade. Adorá-lo em espírito e em verdade, pois sabemos que a dor que sentimos também doeu no peito do Pai. Adorá-lo por sabermos que durante todos estes meses Ele esteve junto de nós, e estará por toda a eternidade.

Paralelo a isso, saber que temos que dar andamento à vida, que - apesar dos pesares - é boa.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Anônimo, eu não sei quem é você, mas o Senhor te conhece muito bem. Sendo assim, pense duas vezes antes de utilizar este espaço LIVRE (poderia bloquear comentários de anônimos mas não o faço por convicção pessoal e direção espiritual) antes de ofender quem quer que seja. Estou aberto para discutimos idéias sem agredir NINGUÉM ok? - Na dúvida, leia mil vezes Romanos 14, até ficar encharcado com a Verdade sobre este assunto...