Labels

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

A super-mãe está partindo...


Antes de ver a luz do dia estive muito próximo dela
Por nove meses ela me carregou em seu ventre
Fruto do amor, um milagre de Deus
Após nascer ela me carregou em seus braços
Cuidou de mim, me alimentou
Esteve ao meu lado nas noites mal dormidas
Fez carinho para eu dormir
Massagens em meus pés chatos
Cantou músicas desafinadas
Tudo isso eu imagino
Pois são momentos que gostaria de lembrar
Tanto tempo isso faz
Virei criança, fui estudar
Ela me ensinava o beabá
Fazia minha lancheira
Pão com manteiga e Kisuco
Briguei, apanhei, chorei e corri até ela
Cresci, namorei
Senti seu ciúme
Seu menino a estava deixando
Perdi minha namorada
Chorei nos ombros dela
Que sempre estiveram lá
Um dia foi sério e me casei
Ai me afastei de vez
Natal, Páscoa, Dia das Mães
Visitas rápidas, mal feitas
Injustas
Até o dia que me separei
Lá estava ela, portas abertas
Coração aberto, me esperando
Passou-se um ano
Eu trancado em meu quarto
Poucas vezes na sala
Falava oi, dizia tchau
Breve como era antes
Fiz muito pouco
Fui egoísta na maior parte do tempo
Até que fui transferido para o Rio
Foi então que ela adoeceu
Foi ao hospital e lá ficou
Eu estou longe dela
Ela está longe de mim
Fui vê-la algumas vezes
Deitada, sofrendo
Inconsciente, indefesa
Só sei uma coisa
Fiz muito pouco por ela
Dei muito pouco de mim
Hoje sinto falta
De algo que não sabia
Quero fazer mais e não posso
Quero levá-la para ver um jogo do Palmeiras
À igreja, em minha casa na praia
E ela está lá, guerreira
Quase quatro meses de luta
“Viu” muita gente chegar e ir embora
E a hora dela está chegando
Não perdi minha fé
Mas quero que ela descanse
Ela não merece sofrer o que sofre
Indo embora aos poucos
Só sei que dei muito pouco de mim
E hoje sinto a falta dela
A hora está chegando
A luz está se apagando
Os fortes se curvaram
A cadeia de prata está se rompendo
O copo de ouro se quebrando
O cântaro se despedaçando
A roda está se desfazendo
O pó voltando à terra, como era
E o espírito a Deus, que o deu...

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Anônimo, eu não sei quem é você, mas o Senhor te conhece muito bem. Sendo assim, pense duas vezes antes de utilizar este espaço LIVRE (poderia bloquear comentários de anônimos mas não o faço por convicção pessoal e direção espiritual) antes de ofender quem quer que seja. Estou aberto para discutimos idéias sem agredir NINGUÉM ok? - Na dúvida, leia mil vezes Romanos 14, até ficar encharcado com a Verdade sobre este assunto...