Labels

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Sopra Espírito de Deus...



Um dos acontecimentos mais marcantes após nossa conversão é o batismo com o Espírito Santo. Não há palavras para descrever, até por que definir é limitar, como dizem por aí. O que há como evidência exterior é o falar em novas línguas, mas nem todos os que falam línguas estranhas são batizados no Espírito.

Tenho visto muito abuso nesta área, dando margem a excessos que beiram o ridículo. Muitos pastores pentecostais (eu sou pentecostal, antes que achem que não) costumam pedir para que os irmãos que são batizados com o Espírito Santo comecem a orar em línguas do nada, como se isso fosse apenas um comando vindo da vontade humana. Não creio desta forma. Como diz a palavra em João 3:8, ‘O vento sopra onde quer. Você o escuta, mas não pode dizer de onde vem nem para onde vai. Assim acontece com todos os nascidos do Espírito’.

Para ilustrar o que falo, lembro do dia que participei de uma reunião onde em um determinado momento o irmão que ministrava a palavra chamou aqueles que precisavam de oração à frente e começou a orar por cada um. Quando chegou a vez de um dos presentes à frente receber oração, o ministro falou para todos ouvirem: “Desde que começou o culto vi que você estava escondido aí, seu demoniozinho! Saia da vida deste homem agora! Tátátátátá!!! Tátátátátá!!! Tátátátátá!!! Vamos, saia daí agora, você não vai perturbar esta reunião!!! Tátátátátá!!! Tátátátátá!!! Tátátátátá!!!”

Pergunto eu: o que é ‘Tátátátátá!!!’ à luz da Bíblia? O diabo (se é que tinha um lá) deve ter dado muita risada da situação, pois até o irmão que recebeu esta oração saiu com um sorrisinho de deboche no canto da boca. Eu já vi pessoas endemoniadas, já orei por libertação de possessos e já vi o Nome de Jesus triunfar nestas situações. Como costumo dizer: ‘ninguém me contou, aconteceu comigo, eu vi!’

Nada de espalhafato, nada de teatro, apenas ‘saia da vida desta pessoa agora, em Nome de Jesus’ e pronto, vidas libertas. Não inventei ritual, não orei em língua estranha nem muito menos ‘metralhei’ o capeta com esse tátátátátá... Aliás, este foi o pequeno detalhe que o irmão esqueceu: Se ora EM NOME DE JESUS, não em línguas, quando sua intenção é libertar uma pessoa das garras do diabo...

O Espírito Santo em tua vida faz muuuuuuuuito mais do que te fazer orar na língua dos anjos. Ele transforma tudo o que há em você. Não que você fique ‘mais santo’ da noite pro dia, no sentido de que não vai pecar mais, não vai mais pisar na jaca, fazer besteira. O que acontece é que você passa a ter uma postura diferente em relação a tudo que te cerca. É como passar à Matrix, em analogia ao filme, onde se toma a pílula vermelha e mergulha em outra esfera. Passa-se a viver a vida de Deus em você, ver o que Deus vê, ouvir o que Deus ouve, falar o que Deus fala, amar o que Deus ama, abominar o que Deus abomina. Tudo isso dentro de você, vaso de barro vagabundo na mão do oleiro.

Haverá horas que Deus te mandará agir, e você agirá. Mas não com palavras audíveis apenas. Algo se moverá dentro de você e sem que se perceba, você foi usado por Deus no momento necessário. E esta maneira de agir pode ser que nunca mais se repita em sua vida, pois Deus não está preso a formatos, conceitos e rituais. Haverá momentos que você abrirá a boca e ministrará a vidas de uma maneira que você depois parará para pensar e verá que FOI DEUS através de sua vida. Você tentará contar como foi, mas suas palavras serão insuficientes para descrever os fatos, pois FOI DEUS quem falou através de você. Você vai olhar uma determinada situação e verá o que Deus vê, e isso te deixará impressionado, pois somente você (ao que você saiba) estará vendo aquilo.

Isso que falo é baseado em minha experiência pessoal com o Senhor. Pode ser que Deus haja em sua vida de maneira diferente, e possivelmente será assim mesmo. Nada de limitações, nada de decisões pessoais tomadas para colocar engrenagens espirituais em movimento. O Espírito fluirá naturalmente em tua vida. Não há um botão que você aperta do nada, durante a adoração à Deus, que te faça automaticamente disparar sua ‘matraca santa’. Além do mais, o apóstolo Paulo nos adverte em sua primeira carta aos Coríntios, por todos os 20 versículos do capítulo 14 que:

“Sigam o caminho do amor e busquem com dedicação os dons espirituais, principalmente o dom de profecia. Pois quem fala em uma língua não fala aos homens, mas a Deus. De fato, ninguém o entende; em espírito fala mistérios. Mas quem profetiza o faz para edificação, encorajamento e consolação dos homens. Quem fala em língua a si mesmo se edifica, mas quem profetiza edifica a igreja. Gostaria que todos vocês falassem em línguas, mas prefiro que profetizem. Quem profetiza é maior do que aquele que fala em línguas, a não ser que as interprete, para que a igreja seja edificada.

Agora, irmãos, se eu for visitá-los e falar em línguas, em que lhes serei útil, a não ser que lhes leve alguma revelação, ou conhecimento, ou profecia, ou doutrina? Até no caso de coisas inanimadas que produzem sons, tais como a flauta ou a cítara, como alguém reconhecerá o que está sendo tocado, se os sons não forem distintos? Além disso, se a trombeta não emitir um som claro, quem se preparará para a batalha? Assim acontece com vocês. Se não proferirem palavras compreensíveis com a língua, como alguém saberá o que está sendo dito? Vocês estarão simplesmente falando ao ar.

Sem dúvida, há diversos idiomas no mundo; todavia, nenhum deles é sem sentido. Portanto, se eu não entender o significado do que alguém está falando, serei estrangeiro para quem fala, e ele, estrangeiro para mim. Assim acontece com vocês. Visto que estão ansiosos por terem dons espirituais procurem crescer naqueles que trazem a edificação para a igreja. Por isso, quem fala em uma língua, ore para que a possa interpretar. Pois, se oro em uma língua, meu espírito ora, mas a minha mente fica infrutífera.

Então, que farei? Orarei com o espírito, mas também orarei com o entendimento; cantarei com o espírito, mas também cantarei com o entendimento. Se você estiver louvando a Deus em espírito, como poderá aquele que está entre os não instruídos dizer o "Amém" à sua ação de graças, visto que não sabe o que você está dizendo? Pode ser que você esteja dando graças muito bem, mas o outro não é edificado. Dou graças a Deus por falar em línguas mais do que todos vocês. Todavia, na igreja prefiro falar cinco palavras compreensíveis para instruir os outros a falar dez mil palavras em uma língua.

Irmãos, deixem de pensar como crianças. Com respeito ao mal, sejam crianças; mas, quanto ao modo de pensar, sejam adultos.
"

Termino por aqui, mas sem a mínima pretensão de esgotar o assunto. Estou aberto tanto para os comentários e críticas dos irmãos quanto para, principalmente, o mover do Espírito Santo em minha vida.

Como diria Brother Simion:

Sopra Espírito de Deus, faz tua obra, abala o meu ser...
Vem Santo Espírito, vem Santo Espírito,
Vem Santo Espírito, derrama teu óleo sobre mim...

Deixa o Espírito te amar, deixa o Espírito curar,
Te amamos Santo Deus. Te amamos Jesus Senhor.
Te amamos Espírito, Espírito de Deus...

Reações:

2 comentários:

  1. Otimo texto João! tatatatata Ução da metralhadora! Tem um video no Genizah com um camarada fazendo isto!

    ResponderExcluir
  2. eu lembro, adorei... rsrs

    cara, ganhei o dia, um elogio do mestre... hauhuahau!!!!

    estamos juntos na luta companheiro... rrsrs

    um abraço irmão!!!!

    ResponderExcluir

Anônimo, eu não sei quem é você, mas o Senhor te conhece muito bem. Sendo assim, pense duas vezes antes de utilizar este espaço LIVRE (poderia bloquear comentários de anônimos mas não o faço por convicção pessoal e direção espiritual) antes de ofender quem quer que seja. Estou aberto para discutimos idéias sem agredir NINGUÉM ok? - Na dúvida, leia mil vezes Romanos 14, até ficar encharcado com a Verdade sobre este assunto...