Labels

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Não engulo qualquer coisa, somente a Verdade!


Dia 28 de Setembro postei um texto chamado 'Você se Considera um Super-Crente?', onde falo sobre a mensagem ministrada duas semanas antes por um dos pastores de uma igreja que vinha frequentando aqui no Rio de Janeiro. Ele rebateu o livro do Pr. Paulo Romeiro, 'Super Crentes', indo ao cúmulo da heresia ao afirmar que a morte de Jesus Cristo em carne não tinha sido suficiente, tendo sido necessário também que Ele morresse em Espírito.

No mesmo dia que postei, mandei um email para esclarecer a posição da igreja, sem obter resposta:

28/09/2009

Prezados irmãos, graça e paz.

Tentarei ser breve e objetivo.

Há dois domingos atrás o Pr. Francisco disse em sua mensagem domingo pela manhã, entre outras coisas, que a morte de Jesus Cristo na carne não havia sido suficiente e, por esta razão, também havia morrido EM ESPÍRITO.

Pergunto: Esta afirmação faz parte do credo da igreja ou apenas se tratou de um ponto de vista pessoal?

Note que tenho o maior carinho e afeto por todos desta igreja e o Pr. Francisco sempre foi muito usado por Deus ao ministrar a palavra e ser instrumento de Deus para minha vida.

Desde já agradeço.

João Carlos


No dia seguinte, ao ver que não obtive resposta, dei mais uma cobrada:

29/09/2009

Amados irmãos, graça e paz.

Por gentileza, respondam meu email ou informem o email do Pr. Francisco, para que eu pergunte diretamente a ele.

João Carlos


Sexta feira última desisti. Não aceito um assunto tão sério ser tratado com tamanha leviandade. Estamos falando de vida eterna, destino de almas. Mandei o email abaixo para fechar o caixão:

23/10/2009

Prezados, boa tarde.

Lamento não ter recebido nenhuma posição da igreja quanto a minha pergunta, feita semanas atrás.

Pensando bem, creio que o silencio tenha sido a resposta...

Não compartilho o ponto de vista apresentado. Na verdade abomino-o, pois é totalmente contra a verdade simples do Evangelho de Jesus Cristo, que nasceu entre nós em carne, exatamente com o propósito de, com o derramamento de seu sangue na Cruz, fizesse a propiciação de nossos pecados, sendo este sacrifício suficiente.

Não se trata de uma questão periférica. Na verdade, faz toda a diferença entre crer no verdadeiro Evangelho ou não, e eu não sou neófito na fé. Como diz Gálatas 1, versos 8 e 9:

"Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos pregasse outro evangelho além do que já vos pregamos, seja anátema. Como antes temos dito, assim agora novamente o digo: Se alguém vos pregar outro evangelho além do que já recebestes, seja anátema."


Mais uma vez lamento. A 'não-resposta' fez-me procurar uma igreja mais sadia, mais equlibrada, onde não se pede no início do culto para que 'espíritos ministradores' venham estar presentes no culto...

Que o Espírito Santo venha sobre todos nós, convencendo que tiver de ser convencido do pecado, da justiça e do juízo.

Com muito carinho,

João Carlos


Estamos falando de vida eterna. Temos que nos posicionar e não aceitar qualquer besteira dita de púlpito.

Sola Escriptura!

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Anônimo, eu não sei quem é você, mas o Senhor te conhece muito bem. Sendo assim, pense duas vezes antes de utilizar este espaço LIVRE (poderia bloquear comentários de anônimos mas não o faço por convicção pessoal e direção espiritual) antes de ofender quem quer que seja. Estou aberto para discutimos idéias sem agredir NINGUÉM ok? - Na dúvida, leia mil vezes Romanos 14, até ficar encharcado com a Verdade sobre este assunto...