Labels

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Pare de dar ouvido aos covardes!


“E o Senhor disse a Moisés: "Envie alguns homens em missão de reconhecimento à terra de Canaã, terra que dou aos israelitas. Envie um líder de cada tribo dos seus antepassados". Assim Moisés os enviou do deserto de Parã, conforme a ordem do Senhor. Todos eles eram chefes dos israelitas.”Números 13:1-3

“Vejam como é a terra e se o povo que vive lá é forte ou fraco, se são muitos ou poucos; se a terra em que habitam é boa ou ruim; se as cidades em que vivem são cidades sem muros ou fortificadas; se o solo é fértil ou pobre; se existe ali floresta ou não. Sejam corajosos! Tragam alguns frutos da terra". Era a época do início da colheita das uvas."
Números 13:18.20

“Ao fim de quarenta dias eles voltaram da missão de reconhecimento daquela terra. Eles então retornaram a Moisés e a Arão e a toda a comunidade de Israel em Cades, no deserto de Parã, onde prestaram relatório a eles e a toda a comunidade de Israel, e lhes mostraram os frutos da terra. E deram o seguinte relatório a Moisés: "Entramos na terra à qual você nos enviou, onde manam leite e mel! Aqui estão alguns frutos dela. Mas o povo que lá vive é poderoso, e as cidades são fortificadas e muito grandes. Também vimos descendentes de Enaque. Os amalequitas vivem no Neguebe; os hititas, os jebuseus e os amorreus vivem na região montanhosa; os cananeus vivem perto do mar e junto ao Jordão". Então Calebe fez o povo calar-se perante Moisés e disse: "Subamos e tomemos posse da terra. É certo que venceremos!" Mas os homens que tinham ido com ele disseram: "Não podemos atacar aquele povo; é mais forte do que nós". E espalharam entre os israelitas um relatório negativo acerca daquela terra. Disseram: "A terra para a qual fomos em missão de reconhecimento devora os que nela vivem. Todos os que vimos são de grande estatura. Vimos também os gigantes, os descendentes de Enaque, diante de quem parecíamos gafanhotos, a nós e a eles."
Números 13:25.33

“Naquela noite toda a comunidade começou a chorar em alta voz. Todos os israelitas queixaram-se contra Moisés e contra Arão, e toda a comunidade lhes disse: "Quem dera tivéssemos morrido no Egito! Ou neste deserto! Por que o Senhor está nos trazendo para esta terra? Só para nos deixar cair à espada? Nossas mulheres e nossos filhos serão tomados como despojo de guerra. Não seria melhor voltar para o Egito?" E disseram uns aos outros: "Escolheremos um chefe e voltaremos para o Egito!" Então Moisés e Arão prostraram-se, rosto em terra, diante de toda a assembléia dos israelitas. Josué, filho de Num, e Calebe, filho de Jefoné, dentre os que haviam observado a terra, rasgaram as suas vestes e disseram a toda a comunidade dos israelitas: "A terra que percorremos em missão de reconhecimento é excelente. Se o Senhor se agradar de nós, ele nos fará entrar nessa terra, onde manam leite e mel, e a dará a nós. Somente não sejam rebeldes contra o Senhor. E não tenham medo do povo da terra, porque nós os devoraremos como se fossem pão. A proteção deles se foi, mas o Senhor está conosco. Não tenham medo deles!"Números 14:1.9

Estou vivendo isso neste exato momento meus amados...

Eu e minha mulher pedimos a direção de Deus para um novo passo em nossas vidas. As portas se abriram, começamos a entrar. Ao compartilhar os fatos com algumas pessoas próximas, porém, começaram as murmurações dos incrédulos em relação a nossa decisão.

Ficamos muito abalados, em dúvida. Quase deixamos a antiga situação perdurar, acomodados no incômodo, por pura falta de coragem em avançar.

Entretanto, antes de voltar atrás, comecei a lembrar de tudo o que o Senhor havia indicado para nossas vidas quando apresentamos a Ele nosso desejo. Em contrapartida, colocamos tudo na balança: A promessa do Senhor e a visão da terra relatada por Josué e Calebe versus a opinião dos 10 espias que tentaram derrubar a moral da nação de Israel.

Ali eu dei um basta! Sou um homem ou um rato? Cheguei até aqui, às margens o Rio Jordão, vi a terra prometida, apreciei seu frutos e agora, por medo de uma meia dúzia de gigantes amalequitas eu vou voltar atrás?

Retornarei eu ao Egito, tendo andado 40 anos no deserto?

NÃO!

Paramos de ouvir a multidão, que na verdade nem sei por que fui “consultar” e confiei no testemunho de Josué e Calebe (que no caso, sou eu e minha mulher...rsrsrs).

Desta situação, tiro algumas lições óbvias (por isso que digo que sou um imbecil em determinados momentos):

1) TENHA SIM SEUS SEGREDOS COM DEUS. Você abre a boca para um filisteu incircunciso qualquer (o Wendel gostou, por isso repito) e ele vem com um balde de água fria e incredulidade. Normalmente eles são preguiçosos, acomodados e covardes, tentando a todo custo te manter no mesmo nível que eles. Pode notar: Por mais que saibamos que "quando Deus abre uma porta nenhum homem é capaz de fechar", normalmente temos problemas quando falamos com quem não deve do que estamos fazendo antes daquilo estar concluído.

2) BUSQUE ESTAR NO CENTRO DA VONTADE DE DEUS. Ontem fiz uma “roleta russa bíblica” para confirmar o desejo de nosso coração. Papai foi legal prá caramba, não levou em conta a irresponsabilidade do filhão aqui e respondeu, confirmando nosso desejo. Algumas das passagens bíblicas que foram “disparadas” foram: “O sábio conquista a cidade dos valentes e derruba a fortaleza em que eles confiam. Quem é cuidadoso no que fala evita muito sofrimento.” PV 21:22-23 – e “O preguiçoso diz: 'Há um leão lá fora! Serei morto na rua'!"PV. 22:13. O mistério foi comigo varão, nem adianta explicar! Só sei que Deus bateu forte e colocado com estes poucos versículos! (Nota: Não tentem fazer isso em casa, nem sempre funciona e pode ser perigoso. Deus tá ligado que eu só apelo para isso em último caso...)

3) NÃO DÊ OUVIDOS AOS COVARDES: Os covardes/preguiçosos mencionados acima realmente existem no que estamos passando, e tentaram de várias maneiras nos convencer a voltar atrás, por puro medo do “desconhecido” (e olha que a parada nem era com eles!). Ora, se eu fosse pensar e agir com toda esta cautela, estaria até hoje sob as asas do papai e mamãe. Perdi minha “virgindade” em relação à depender dos outros para resolver minhas pendengas ainda criança! Quem quer saber um pouco de como foi minha “primeira vez” clique AQUI.

4) CONFIE NO SEU TACO: Após seguir os três pontos acima, avance. Peça sabedoria à Deus para traçar as melhores estratégias e manda pau!

5) NÃO SE ABALE COM AS PEQUENAS DERROTAS: Você pode até errar uma ou outra vez (ou várias vezes!), desde que você saiba exatamente quais são seus targets. Insista, persista, “tente outra vez”, como diria o grande profeta Raulzito. Pequenas derrotas nas batalhas só ocorrem com que está jogando!. Não acontece com aqueles que assistem a vida nas arquibancadas, menosprezando os que arriscam, justificando assim sua covardia.

6) ESTEJA PRONTO PARA RECEBER SUA VITÓRIA: Não se trata de um discurso triunfalista, não sou neo-penteca, odeio a teologia da prosperidade (como diria o grande Pr. Paulo Romeiro: “Nada contra a prosperidade, o problema é a teologia!”). O lance é que você é vaso ruim de quebrar meu irmão! Pior do que João Bobo (não sei por quê mas este nome poderia ser qualquer outro, tipo Rodolfo Bobo, Maristela Boba. É igualzinho o “João Sem Braço”! – momento "eu e meus botões/estou em crise". Me sinto uma minoria perseguida por preconceituosos... risos! Vou montar um blog para defender os “Joões perseguidos"! Melhor ainda: Vou expor meu problema à algum deputado federal que esteja sem nada pra fazer para ele editar uma PL qualquer). Voltando ao assunto: Semeou meu amigo, vai colher, com certeza! Rale, estude, se esforce, vá a luta, coloque a faca entre os dentes e grite como o He-Man: “Eu tenho a foooooooooooooooorçaaaaaaaaa!” (aff, tô com o besteirol a toda...).

É isso meu povo e minha pova. Comecei escrevendo querendo compartilhar um momento especial que estamos vivendo, mas já to vendo que Deus quer falar com alguns ao ler este texto esdrúxulo e cheio de citações daquele livro preto anacrônico.

Espero que os seis passos que acabei de inventar para deixar de ser covarde, manipulável, massa de manobra, ê-ôhooooooo-vida-de-gado-povo-marcado-êeee-povo-feliz sejam benção na sua vida.

Fiquem na PAZ e, quanto ao resto, chuta que é macumba!!!!!

P.S: Orem por nós, estamos atravessando o Jordão neste momento...

Reações:

11 comentários:

  1. Olá João (pastor... rsrsrssr),

    Eu sei muitíssimo bem o que é esse negócio de compartilhar com incircuncisos, filisteus, vacilões e afins...

    Lembro-me dos amigos (da onça) de Jó. Bildade, Eliú e Zofar... ao verem Jó 'na pior', começaram a cogitar que os erros eram todos de Jó.

    Tem muita gente que fica em cima do muro, num tem vocação pra desbravador e acaba achando que todos têm que viver essa bagaça!

    Quando ainda compartilhava de minha vida para 'pedir conselho' aos santos de plantão, lembro-me de muito ser acusado de tentar isso, ou aquilo...

    Fazer o que, né?

    Agora sobre essa coisa de neo-penteca, vou te dizer uma parada...
    Eu sou neopentecostal e sou um cara inteligente (suficente para me auto-elogiar...rssr) não sou adepto da "Teologia da Prosperidade", nem das sandices dos pseudo-apóstolos-bispos-missionários muito comum nesses movimentos.

    Mas faz muito tempo que creio que a Igreja (sem rótulos) está doente.

    Os neopentecostais são responsáveis por muita baboseira gospel.
    Mas os 'Pregadores Avivalistas', pentecostais (e não 'neo'), são hoje igualmente culpados por essa burrice não bereiana no seio cristão!
    Os históricos têm a fama de serem institucionalizados demais... 'somos assim, fazemos assado'.

    Acho que cada denominação, ou cada segmento religioso tem sua culpa no cartório de misturar o evangelho com outros elementos de dissimulação. A Religiosidade é um deles!

    Sempre digo que embora um ou outro segmento seja mais notório por causa da Tv, Net, Rádio... não quer dizer que os outros, menos 'divulgados' não possuam erros da mesma proporção...

    Mas isso é questão de opinião e não vem, de forma alguma, distorcer o conteúdo de nossa fé (a opinião em si mesma) mas muito pelo contrário, só soma, acrecenta, ok?

    Grande abraço, querido!

    ResponderExcluir
  2. Pastor

    Já disse que o meu é lilás bem clarinho, afe!
    Pastor

    Esse lance da pessoa dar pitaco, principalmente colocando areia, acontece de montão e o lado bom é que mostra a alma da dita cuja.

    É por isso que muita gente se neurotiza e guarda muitos de seus projetos, planos, sonhos a sete chaves como se alguém estivesse prestes a roubar. Muitos até citam o exemplo de José que contou o sonho para os irmãos.

    Se bem que guardar certas reservas não custa nada mesmo.

    Tenho aprendido sobre isso, pois minha natureza é de me expor demais sem me preocupar com o que acham ou dizem a meu respeito, mas confesso que quando parte um comentário maldoso de alguém que considero, me entristece sim. E tem acontecido, daí um dos motivos me manter reserva em algumas coisas. Fora os que se dizem amigos e tentam nos prejudicar com alguma distorção do que dizemos ou fazemos. Aí ainda é mais grave.

    Quanto aos "advogados" de Deus detonando Jó e comentado de maneira exemplar pelo pastor Wendel, é impressionante como estes são atuais e presentes através de discursos teológicos distorcidos e argumentos vaidosos e injustos usando o nome de Deus para destruir as esperanças do outro.

    Pastor, desculpe aí, mas mudando um pokito, que papo é esse de He-man e eu tenho a força rsss eu, heim?! (só pra tirar onda meizzz)

    Enfim,

    Bola pra frente e força na peruca!!!

    Beijocas no casalzinho dez!

    ResponderExcluir
  3. Wendel querido,

    Eu já cisquei em todos os arraiais, até por isso me sinto a vontade para dar minhas espetadas. Fui neo-penteca da Universal, Renascer, AD Bom Retiro (Jabes, Silas, Marco Feliciano, Morris Cerullo e outras tranqueiras mais), ICAC no Rio, Paz e Vida, etc.

    Caí no extremo oposto, mas ainda pentecostal (AD Belém, CCB) e vi que não era aquilo.

    Cansado dos extremos, ao mesmo tempo que desenvolvi uma boa amizade com o Paulo Romeiro, então presidente do ICP, comecei a cair na real (minha real, fique claro) e fui apresentado à Betesda, do Ricardo Gondim.

    Lá comecei a me alimentar de comida sólida e que não dava indigestão após o culto. Da´em diante, me tornei muito crítico à aceitar autoridade pastoral de qualquer caboclo de terno.

    Hoje congrego na Comunidade Batista do Rio, sou um agente pentecostal secreto infiltrado (lá tá cheio, já decobri), aprendendo a viver cada vez mais em AMOR.

    Sinceramente peço à Deus que Ele te abençoe, use seus dons e permaneça sempre bereiano. Eu saí fora por ter me contaminado muito.

    Tem até um texto que está no "Top Ten", (na coluna à esquerda do meu blog) chamado "As maiores cagadas que eu já fiz desde que eu me converti".

    Lá você vai ver os extremos que já cheguei a crer... eu ein!!!!!

    Abraço forte meu irmão!

    ResponderExcluir
  4. Bispa,

    Você conhece bem este tipo de gente: Você comenta algo, pergunta qualquer coisinha sobre um assunto pessoal SEU e daí em diante a pessoa passa a querer controlar sua vida.

    Se você não faz como ela quer que você faça sai de baixo! Ficam magoadas, acham que você é ingrato (se forem "do mundo") ou que você desviou (se for crentão).

    Andei ouvindo cada coisa estes dias que só pela misericórdia de divina!

    Chegou ao ponto de me intimarem "em casa", tipo "e ai, vai fazer isso ou aquilo que eu te falei ou não?"

    Quando a relação chaga à estes extremos, sinceramente...

    Depois ficam murmurando, falando mal pelas costas e o cacete à quatro.

    Eu ein, sai fora!

    ResponderExcluir
  5. A paz de Deus a todos
    JC, se vc buscou a palavra, e Deus falou vai q eu serei contigo, siga em frente...
    caso contrário, é dar murros em ponta de faca...

    ResponderExcluir
  6. Com certeza meu irmão!

    Deixa só eu te perguntar uma coisa: Como eu posso te chamar? Cria um nick, sei lá.. rsrs

    Abraço!

    ResponderExcluir
  7. "Buscar a palavra" é ótimo rss

    Já vi cada doidice em cima desse tal "buscar a palavra".

    Não é à toa que eu detonei sobre isso lá no blog do Marcos.

    E esse lance de neguinho querer ser o meu guru também não cola comigo, não! Até admiro alguns e sou abençoada com suas pregações e escritos, mas me dizer o que devo fazer aí já tá viajando na maionese que inclusive dá uma bronca feia no fígado he he

    bj

    ResponderExcluir
  8. Pastor,
    Hoje eu estava falando com minha irmã caçula(CCB)que vai fazer plástica de mama e abdomen e ela me dizia que se desse tudo certo, sem nenhum obstáculo, é porque era coisa de Deus e aí seguia em frente, caso contrário, qualquer empecilho, dificuldade, bronca que surgisse, era sinal de que não é do agrado de Deus.

    Eu discordei (CLARO!!!)dizendo que tantas coisas que são do agrado de Deus e ele permite que o próprio tinhoso se meta, tipo um teste à nossa persistência, nossa confiança Nele, enfim, nossa fé.

    Tem passagens claras nas cartas de Paulo, quando ele diz que estava todo organizado pra ir ter com os irmãos de tais localidades e ele diz claramente que Satanás barrou o caminho. E ele simplesmente não foi daquela vez mas foi em outra ocasião, e aí?

    Eu disse a ela que ela sossegue pois Deus conhece nossos corações e sabe que a plástica dela é muito mais corretiva do que estética, e ainda que fosse estética, cada um é que sabe qual a associação que tem com a sua auto-estima. Afinal, ninguém é corpo, mente e espírito isoladamente. E se o corpo está afetando sua vida conjugal, seu trabalho, sua cabecinha, enfim (auto-estima) ela tem mais é que cuidar mesmo!!!

    Isso não tem nada a ver com vaidade pura e simples, pois cada um tem uma história peculiar e certa decisão vai da consciência de cada um, seus projetos, seu jeito de viver e ver a vida.

    Claro que em situações indefinidas, obscuras, a gente tem que colocar no Altar do Senhor, sem que pra isso tenha que, necessariamente ir ao monte, ao tempo, ou coisa que o valha, afinal não vivemos no A.C. Vivemos no D.C. rss

    Temos uma consciência e bom senso (Que DEUS nos deu!), não precisamos agir feito criança insegura e sem fé a toda hora consultando o oráculo.

    Afe, falei demais, sorry.

    Abs,
    R.

    ResponderExcluir
  9. oops! em vez de tempo, leia-se TEMPLO!!!

    ResponderExcluir
  10. Oi JC.

    Eu entendi que seus comentários e seu texto eram mesmo de quem já tinha vivido algo assim...

    Não sou nenhum 'defensor' de segmentos religiosos, mas só me preocupo com generalizações, entende?
    Eu percebi que seu texto não falava de forma pejorativa, nem preconceituosa... porque acho que não há uma instituição que valha ou que represente Jesus na Terra. A Igreja não é institucional nem denominacional...

    Acho que pensamos mais paracido do que diferente!
    Grande abraço meu amigo!
    Paz!

    ResponderExcluir
  11. Amado João (Não Bobo),

    "Vou expor meu problema à algum deputado federal que esteja sem nada pra fazer". Cara, são 513!! Você já definiu o critério de escolha??

    Mano, algumas pessoas expõem suas questões para mim e me pedem uma sugestão, ou opinião. O que eu respondo é mais ou menos o que o anônimo escreveu aí, com um pouquinho de diferença: Você buscou a Deus pra orientar a você? Não é contrário ao LPA, lido a partir de Jesus? Seu coração quer isso? As circunstâncias permitem? Então, vai fundo!! Se a sua vontade for igual à vontade de Deus, ainda que surjam dificuldades, Ele estará com você e o levará a concluir o que começar. Se a sua vontade não for igual à de Deus, Ele vai mostrar pra você e, amorosamente, levá-lo para o caminho certo.

    É importante ouvir os conselhos dos outros. O Senhor mesmo nos ensina isto. Mas Ele requer sabedoria nesses conselhos: "Não havendo SÁBIA direção, cai o povo, mas na multidão de conselheiros há segurança". E a verdadeira sabedoria vem do alto!

    Grande abraço e continue na Paz!

    ResponderExcluir

Anônimo, eu não sei quem é você, mas o Senhor te conhece muito bem. Sendo assim, pense duas vezes antes de utilizar este espaço LIVRE (poderia bloquear comentários de anônimos mas não o faço por convicção pessoal e direção espiritual) antes de ofender quem quer que seja. Estou aberto para discutimos idéias sem agredir NINGUÉM ok? - Na dúvida, leia mil vezes Romanos 14, até ficar encharcado com a Verdade sobre este assunto...