Labels

terça-feira, 30 de novembro de 2010

Eu sou um pé no saco!


Eu sou pequeno, frágil, pecador, limitado, inconstante, chato, rabugento, sistemático, facilmente levado aos extremos das emoções... Mas gosto de mim. Gosto por saber de minhas limitações. Apesar de tudo, não tenho uma visão pessoal distorcida. Isso faz com que eu também saiba de meu valor.

Jogo limpo. Minhas intenções são boas. Nunca ferrei ninguém, pelo contrário, houve diversas ocasiões que coloquei o meu na reta para salvar pessoas que eram mais fracas que eu e não saberiam suportar a pressão de suas falhas.

Se aconteceu de alguma vez alguém ter sido prejudicado por alguma posição tomada por mim, certamente não foi por eu ter agido assim com a intenção de gerar o mal. Isso me faz bem. Procurar ser íntegro perante Deus e perante os homens tem sido minha bússola, meu estilo de vida.

Quantas vezes pelo caminho deixei pessoas tristes comigo? Foram várias, mas sempre pelo fato de decepcioná-las em relação ao que elas esperassem que eu fosse, e não por eu ser quem eu sou. Quem se aproxima de mim e passa a me conhecer não tem grandes surpresas. As que acontecem normalmente são boas. Agora, não esperem de mim um sorriso falso, palavras doces para encobrir minha posição real perante os fatos.

Inúmeras situações eu vivi às quais vieram me perguntar o que eu achava sobre um assunto qualquer ou de determinada atitude que eles tinham tomado. Aprendi a responder “quer saber mesmo ou você só está perguntando”?

Com isso queria dizer que poderia ser “genérico” em minha resposta ou então ir fundo e discutir o assunto com seriedade. Mas nem todos estão preparados para uma discussão neste nível. E eu odeio ser simplista, assim como odeio simplismos. Não tolero aqueles papos vagos do tipo “e ai meu brother, está tudo bem”?, esperando uma resposta positiva. Se estiver tudo bem está tudo bem, mas se não estiver não estará. Aí cabe minha resposta: “Quer saber mesmo”?

Por isso vejo que muita gente se afasta de mim. Chamo isso de seleção natural. Não quero ser super pop. Não quero ser aceito por aqueles que nada de proveitoso (no bom sentido) tem a me dar. Parece indelicado mas não é. Quero dizer com isso que não pago qualquer preço para manter uma relação alicerçada na areia. Gosto de cavar fundo. Gosto de saber onde vou pisar. Cansei de relacionamentos “areia movediça”. Quando você dá conta, está atolado até o fim, sem conseguir se safar.

Não, basta! Quero paz. Quero poder contar meus amigos nos dedos das mãos. Não preciso ter um milhão de amigos no Orkut por exemplo. Pessoas que me adicionam pelo fato de ter uma foto minha de costas com uma tatuagem animal. Pessoas que querem passar por populares. Não participarei de rodas de pessoas que se alimentam de pessoas. Nunca andarei na direção das multidões. Sou doce e amargo, macio e áspero, delicioso e intragável. Não há como me comer com ketchup e mostarda. Sou um prato sofisticado e não combino com qualquer vinho.

Por que estou escrevendo tudo isso? É que ontem a noite estava falando sobre auto-estima com um conhecido meu. E isso eu tenho de sobra. Eu me amo, por isso posso amar os outros. E meu amor é firme, duro e penetrante. Sou como uma espada de dois gumes. Vou no fundo, cortando, tirando fora o que não vale a pena ser mantido.

Na sociedade de hoje não considero fácil gostar de gente assim.

Na boa? Tomei Activia com Johnnie Walker para eles (tradução: tô cagando e andando...).

Base bíblica? Basta uma: "Daqui em diante ninguém me moleste; porque eu trago no meu corpo as marcas de Jesus". - Gálatas 6:17

Reações:

12 comentários:

  1. Continuo querendo e fazendo por onde para estar neste grupo seleto, dos que te admiram e querem ser seus amigos.

    grande abraço

    ps: Curto este texto.

    ResponderExcluir
  2. tú tá ligada que é reprise né?

    sei lá, deu vontade de postar de novo...

    quanto a estar neste grupo, você em alguma dúvida?

    beijos!

    ResponderExcluir
  3. "Mas todos nós, com rosto descoberto, refletindo como um espelho a glória do Senhor, somos transformados de glória em glória na mesma imagem, como pelo Espírito do Senhor." (II Coríntios 3 : 18)

    Creio que sermos 'quem somos', mesmo que ser este 'ser' não seja necessariamente alguém como o sistema religioso determina, é o dever de quem quer manifestar o caráter verdadeiro de Cristo.

    Jesus era um cara limpo de vícios humanos, conhece o homem como pode-se conhecer aquela cuticula que sempre inflama, sabe?
    Por isso Jesus era quem era, por isso inspirou-me a ser quem sou... talvez por isso querido, você seja quem é!

    Quem sabe, essa história de 'rosto descoberto', manifeste enfim o rosto de quem precisa aparecer...

    Esse meu 'comment' tá com cara de filosofia de quem faltou aula de filosofia...
    rsrsrsrsrsrsrsrs

    Grande abraço pastor!...

    ResponderExcluir
  4. Wendel, meu querido...

    ...Pronto, lá vem você também me chamar de pastor!

    Deixa a bispa Regina, depois eu pego ela na curva!

    Grande abraço pra ti também!

    ResponderExcluir
  5. Querido PASTOR João,


    rsarsarsarsrsarsarsasararsasarsarsarsarsarsasrasasrararsasarsarsarsarsarsasararsarsararsarsararrssr

    Isso é entre vocês!
    Fica na paz!

    ResponderExcluir
  6. Pastor,

    Tô ligada, acho que me lembro desse texto...
    E que também quase fui eu quem o escreveu rss
    Não me lembro bem do meu comentário à época, mas parece que eu disse que não faço a menor questão de números também, só pra dizer que sou a popular, a conhecida. Além do mais, não gosto de cumprir horário rigoroso, sou muito flexível e manter popularidade cansa he he Daí dar a volta quando avisto uma multidão também.

    Abs,

    R.

    ResponderExcluir
  7. Wendel,

    Ele me chama de bispa e eu tô já me convencendo que sou.

    Você sabe que uma mentira repetida muitas vezes acaba virando meio que uma verdade.

    Num digo é nada... daqui há pouco eu tô vendendo rosa ungida.

    he he

    Abs.

    ResponderExcluir
  8. "E aí meu brother, está tudo bem”? (brincadeirinha)

    João (ou J.C., ou Pastor),

    Nem preciso perguntar se você está bem, depois de ler um texto desses. Reprise, ou não, quem se auto-examina e chega a essas conclusões, evidentemente, está muito bem! Está cheio pelo Espírito de Cristo! Quer melhor?... Não tem!!

    Um dia eu chego lá... só espero que ninguém me chame de Pastor!

    Agora, essa base bíblica no final é só pra religioso ver e não dizer que você não apresentou nenhuma, não é? Francamente, nem precisava!!

    Abração e continue nessa Paz de Jesus!

    ResponderExcluir
  9. Precisava sim Rene... Ô se precisava!

    Quando escrevi este texto estava passando por uma situação daquelas! (de saco cheio de algumas pessoas hipócritas.... nham nham...).

    Então, as palavras de Paulo era tipo "sai da frente pq o que você quiser comigo eu quero em dobro!"

    Abração meu irmão querido!

    ResponderExcluir
  10. O pior nem é você se comvencer disso Regina, pior é ter até seguidores fiéis e convictos...
    falando nisso, quanto custa mesmo a rosa ungida?

    Wendel Bernardes
    --------------------------
    www.wendelbernardes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. A paz de Deus a todos
    Fugindo 1 pouco do foco, mas nem tanto..
    Muitos palestrante motivacionais tentam passar para
    a platéia q somos super heróis.....Nem todos os dias acordamos bem...Tem dia q vc nem quer levantar da cama...aí eu digo, como sorrir pra todo mundo...como diz aquela música da Jamile..

    Acredite é hora de vencer,
    Essa força vem de dentro de você,
    Você pode até tocar o céu, se crê.
    Acredite, que nenhum de nós,
    Já nasceu com jeito pra super herói,
    Nossos sonhos a gente é quem constrói.
    É vencendo os limites,
    Escalando as fortalezas,
    Conquistando o impossível pela fé.

    Mas, sejamos apenas humanos, combatendo 1 bom
    combate, guardando a fé...

    ResponderExcluir
  12. desculpa aí
    postei no lugar errado, era no outro....

    ResponderExcluir

Anônimo, eu não sei quem é você, mas o Senhor te conhece muito bem. Sendo assim, pense duas vezes antes de utilizar este espaço LIVRE (poderia bloquear comentários de anônimos mas não o faço por convicção pessoal e direção espiritual) antes de ofender quem quer que seja. Estou aberto para discutimos idéias sem agredir NINGUÉM ok? - Na dúvida, leia mil vezes Romanos 14, até ficar encharcado com a Verdade sobre este assunto...