Labels

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Ninguém vai comprar ou vender...


"E faz que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes seja posto um sinal na sua mão direita, ou nas suas testas,

Para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tiver o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome.

Aqui há sabedoria. Aquele que tem entendimento, calcule o número da besta; porque é o número de um homem, e o seu número é seiscentos e sessenta e seis"
. Apocalipse 13:16.18

A aproximadamente uns 12, 15 anos atrás estava eu em fase de transição profissional. Tinha saído de um emprego concursado, trabalhando com meu pai mas sem ter salário fixo, passando muitas dificuldades com minha ex mulher mas, graças a Deus, muito firme nos caminhos de Jesus.

Em resposta a um anúncio de emprego, fui até a sede de uma antiga adminstradora de consórcios, localizada na Rua Pedroso, travessa da Brigadeiro Luis Antônio. A vaga era para vendedor de consórcios. Já tinha trabalhado com isso e, apesar de ser desgastante, resolvi aceitar.

Nos três primeiros dias participamos de um treinamento de vendas. O homem responsável em "ministrar" o curso era muito bem articulado, dominava muito o assunto. Quando nos encontrávamos no auditório principal às 9 da manhã, cada um estava numa "velocidade" diferente. Alguns com sono, outros conversando muito, outros interessados, mas este homem falava conosco de uma maneira que, com menos de meia hora, todos estavam totalmente seduzidos por suas palavras.

Ele próprio falava "ainda não posso começar, nem todos estão comigo"... Alguns minutos depois ele soltava "pronto, agora todo mundo está comigo!". Ele conseguia arrabatar nossa atenção de uma maneira que poucas vezes tinha visto. Não dava vontade de parar para almoçar, não dava vontade de voltar para casa. Simplesmente queríamos ficar lá direto ouvindo ele falando.

Ele constantemente falava para nós de maneira aparentemente inocente "vou ensinar para vocês um pouco de minha magia", mas eu não encarava aquilo como sendo "ao pé da letra". Ele era extremamente cativante! Voltava pra casa com ele na cabeça. Só falava dele com minha ex mulher, dormia e sonhava com ele praticamente a noite inteira. Era impressionante o poder que ele vinha exercendo sobre todos nós.

No terceiro e último dia de curso, antes de estarmos prontos para irmos para as ruas, ele começou sua palestra dizendo algo assim:

"Hoje é o último dia de curso. Depois de hoje eu sei que alguns de vocês não continuarão conosco, mas faz parte do processo".

Em minha cabeça nem cogitava a possibilidade de não agarrar com unhas e dentes aquela oportunidade, pois mais do que nunca me considerava um vendedor totalmente preparado para encarar as possibilidades que se abriam no horizonte.

Mal sabia eu que não seria bem assim.

Quando ele começou sua última aula, ele começou a abrir a real. De cara ele disse:

"Não há mais espaço para vendedores amadores. Nenhum de vocês compram ou vendem algo sem que quem está vendendo use esta técnica. Quando encontro vocês pela manhã, cad um está num rítmo diferente. Com algunas frases afirmativas, faço com que vocês passem a concordar comigo nas coisas que estou dizendo com coisas simples. Em um determinado momento, falo exatamente o que quero que vocês façam, e todos concordam sem nenhuma possibilidade de não fazê-lo."

À medida que ele falava ia escrevendo no quadro branco a fórmula do que ele estava explicando.

Era algo assim:

1) "Bom dia a todos! Sei que vocês estão cansados de pegar tanto trânsito..."

2) "Foi difícil chegar aqui hoje não é mesmo?"

3) "Também, este calor que faz hoje deixa a gente meio mole..."

4) "O importante é esta oportunidade de ouro que todos estão recebendo, certo?"

5) "Estão animados para começar a ganhar muito dinheiro?"

(Para todas estas perguntas ou afirmações, a resposta era SIM)


Em seguida, ele soltava a mensagem que ele queria que ficasse gravada em nossa mente:

6) "Vocês serão os melhores vendedores do mundo!"


E ele ia explicando exatamente o que estava fazendo. "Abríamos as portas" para ele à cada resposta positiva, a cada coisa que concordávamos. Com 5 respostas positivas ele plantava a mensagem que queria que absorvessemos na 6a. frase.

No segundo "round", ele diminuía uma mensagem que obviamente todos aceitariam e incluiria duas mensagens que ele queria que ficassem gravadas em nossa mente. No terceiro round, três afirmativas e três mensagens "impostas", e ia assim, até que após apenas uma mensagem "óbvia", tipo "todos vocês precisam de dinheiro", ele despejava cinco mensagens como "vocês serão os maiores vendedores do mundo, ninguém deixará de comprar de vocês, vocês dominarão o mercado, baterão todas as metas de venda..."

No quadro, ele desenhava o gráfico:

5 + 1 = 6
4 + 2 = 6
3 + 3 = 6
2 + 4 = 6
1 + 5 = 6
6 = 6
6
6
6
.
.
.


Meu espírito gelou. Como que saindo de um transe, vi onde estava me metendo. Ele olhou na cara de cada um de nós, sorriu e disse:

"Esta é a estratégia que uso com vocês para mantê-los todos acordados e interessados. Só uso para mantê-los motivados, mas se eu pedisse para esta garota aqui da frente para ela tirar a roupa e transar comigo ela o faria sem pensar duas vezes. (a garota sorriu...) Esta é minha pequena magia. Como eu disse, não há mais espaço para amadores. Ninguém vai comprar ou vender sem usar esta técnica.


Ela é usada com vocês a todo tempo. Através de propagandas na TV, revistas, jornais, folders. A todo momento vocês estão consumindo produtos e serviços que nem interessam a vocês. Apenas estão sendo hipnotizados por esta técnica. Como eu disse, alguns não ficarão conosco, mas faz parte do processo..."


Durante os três dias, conheci alguns cristãos no curso. Nós nos olhamos, levantamos, pegamos nossas coisas e saímos no meio do curso. Fez-se um silêncio constrangedor. Enquanto saíamos, eu disse:

"Se eu tiver que morrer de fome caso não use esta técnica diabólica eu morrerei, pois até aqui Jesus Cristo me sustentou em tudo o que precisei!"

Ao saírmos, ouvi o palestrante dizer: "Pronto, agora vamos dar andamento ao curso"...

Não ouvi mais nada. Como falei antes, parecia que tinha me livrado das garras geladas do diabo. foi por um triz...

Nem me lembro o que aconteceu depois. Só sei que nunca faltou um prato de comida, uma roupa, um teto para morar...

Reações:

6 comentários:

  1. Sinistro...

    Realmente não sei o que falar

    ResponderExcluir
  2. Tinha me esquecido deste fato! Sábado passado aceitei assistir a um DVD que um amigo havia insistentemente pedido que assistisse, pelo fato dele ter ficado impressionadíssimo com o que vira.

    Era tipo um documentário muito mal feito por um pastor que denunciava a influência dos "Illuminatis" na sociedade como um todo. Durante o documentário, me lembrei desse lance...

    Sinistro mesmo bispa, descaradamente falado como escrevi. O cara sabia exatamente o que estava sabendo, e também sabia que os "crentes" mais convictos de sua relação pessoal com Cristo não ficariam...

    É isso mulher, aconteceu comigo...

    Bjo!

    ResponderExcluir
  3. Olha o Tiago aí, pastor!

    Que maaaaassa!

    Que ele seja vem vindo de volta, que nos dê o prazer e a alegria em ter de volta sua presença e suas considerações.

    Abs,

    ResponderExcluir
  4. Saiu da toca varão?????

    (brincadeira)...

    Saudade de você cabra!

    ResponderExcluir

Anônimo, eu não sei quem é você, mas o Senhor te conhece muito bem. Sendo assim, pense duas vezes antes de utilizar este espaço LIVRE (poderia bloquear comentários de anônimos mas não o faço por convicção pessoal e direção espiritual) antes de ofender quem quer que seja. Estou aberto para discutimos idéias sem agredir NINGUÉM ok? - Na dúvida, leia mil vezes Romanos 14, até ficar encharcado com a Verdade sobre este assunto...