Labels

terça-feira, 7 de julho de 2009

Deus É AMOR!


Costumo ouvir muitas pessoas dizerem que as coisas que acontecem estão escritas. Muitos dizem perante uma tragédia que Deus quis que aquilo fosse daquela maneira. Morre uma pessoa e falam ‘a meu filho, não fique triste, Deus quis assim’...

Sinceramente este não é o Deus que eu creio. Não é o Deus da Bíblia. O Deus que eu creio não criou a morte nem a dor. Ele criou o mundo perfeito e nós humanos é que bagunçamos tudo. Temos controle de nossos atos mas não temos controle das consequências. Colocamos engrenagens em movimento que levam as coisas para direções que não esperamos.

Alguns podem dizer então: ‘Como se explica que uma criança nasça sem cérebro e viva apenas 23 segundos após o parto? Ela teve tempo de pecar?’ ou ‘Por qual razão um Airbus A310 com 153 pessoas cai no Oceano Índico e apenas uma criança de 14 anos sobrevive, um A320 cai no Rio Hudson e todos sobrevivem graças à perícia do piloto e um A330 cai no Atlântico e todos os 228 passageiros e tripulantes morrem?’ Será isso alguma praga lançada por algum concorrente da Airbus? Será que o diabo deixou de vestir Prada e agora está vestindo a prata de uma fuselagem? Aquela criança de 14 anos não era mais santa do que as outras 152 pessoas que morreram. No avião do Rio Hudson não havia 151 eleitos de Deus, com uma missão que somente eles poderiam cumprir na Terra. Muito menos o A330 caiu pelo fato de ter um argentino entre os passageiros (foi mal... desculpe).

Deus está cochilando enquanto isso acontece? Tem gente que diz que Deus criou o mundo e deu corda, agora assiste ele andar sozinho, até que tudo acabe. Não é isso. Com certeza não. Alguns dizem que Ele pode tudo mas não ama a humanidade o suficiente para intervir. Outros dizem que até que Ele ama, mas é impotente para agir. Tudo isso é besteira. Ele pode tudo, mas não chantageia seus filhos, vinculando bom comportamento ou vilania humana ao seu ato de intervir ou não.

Nosso Deus é eterno, onipotente, onipresente, onisciente e – acima de tudo, ele é AMOR.

Por ser Eterno, ele não está preso à nossa medida de tempo ‘kronos’. Ele vive no tempo ‘kairos’, o tempo pleno, de onde Ele vive a eternidade. Não há ontem, hoje nem amanhã para Deus.

Nosso Pai é onipotente. Tudo se criou através de sua Palavra. Ele disse 'haja' e ouve. Não há nada que Ele não possa fazer.

Ele é onipresente e acompanha todos os fatos. Da formiga andando em uma pedra no interior da floresta amazônica às últimas noticias da CNN. Acompanha e não se mete. Onisciência é quase que um atributo natural pelo fato de ser eterno e estar presente em todos os lugares ao mesmo tempo.

Mas o mais impressionante na Pessoa de Deus é o AMOR. Deus é amor. Amor tudo sofre, tudo crê, tudo espera. Este amor fez com que Deus criasse o homem para se relacionar com Ele, mas não criou apenas os bonzinhos, deixando os malzinhos na forma por não terem correspondido às Suas expectativas. Colocou no mundo o bebê acéfalo que viveu 23 segundos da mesma maneira que colocou Hitler. Todos com as mesmas chances. Todos amados desde a formação. O ponto é que Deus, em sua onisciência, já sabia que um não sobreviveria e o outro seria responsável pelo massacre de 6 milhões de judeus.

Eu vejo em tudo isso o tamanho da grandeza de Deus. Grandeza de caráter, grandeza de amor. Eu não serviria a um Deus que me chantageasse com o bem. Eu não respeitaria um Deus que coloca somente os bons em campo. Isso seria coerção. Servir a Deus seria a única escolha sábia a ser feita, afinal de contas, seria o melhor investimento.

Sirvo a Deus pois Ele me dá a opção de não servi-lo. É esta a razão de sermos espetáculo para os anjos e demônios. Sirvo a Deus, independentemente do que ele faça ou deixe de fazer por mim. Deus se fragilizou e se expôs ao limite quando nos criou. Tornamos-nos a maior aposta de Deus. Somos a prova que Deus precisava para mostrar ao diabo que é possível sim amar a Deus, independente de circunstâncias. Até a não destruição do diabo é um fato que prova o tamanho do caráter de Deus. Se Ele tivesse esmagado a serpente já no Jardim do Éden, hoje seríamos meros fantoches, amedrontados com a fúria de um Deus que não sabe conviver com ninguém que pense ou aja fora de seus padrões.

Crianças sem cérebro continuarão a nascer, monstros continuarão a dizimar povos e nações, aviões continuarão a cair. Mas haverá o dia em que Deus limpará de nossos olhos toda a lágrima; e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor; porque já as primeiras coisas serão passadas (Ap 21-4) Chegará o dia em que a trombeta soará, os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados (1Co 15-52). A morte e o inferno serão lançados no lago de fogo (AP 20-14) Chegará o dia que se cumprirá a Palavra que está escrita: ‘TRAGADA FOI A MORTE NA VITÓRIA. ONDE ESTÁ, Ó MORTE, O TEU AGUILHÃO? ONDE ESTÁ INFERNO, A TUA VITÓRIA? (1Co15:54-55)

Maranata! Ora vem Senhor Jesus!!!!!!!!!

Reações:

4 comentários:

  1. Ouço um rebuliço no arraial... isso é bom!

    ResponderExcluir
  2. Ae João Carlos!
    Sou o JB que comentou lá no pavablog (http://pavablog.blogspot.com/2009/07/plano-ou-contingencia.html)
    Bem, sem querer parecer durão nem detentor de todo o conhecimento. Mas um Deus que não intervém não manda seu Filho pra morrer em nosso lugar.
    Parabéns por toda a sua experiência cristã, sou só um cara com 21 anos de idade e de igreja presbiteriana. E não falo isso com ironia, falo sinceramente.
    Continuo discordando e acho que a sua conclusão não foi tirada da Bíblia.

    ResponderExcluir
  3. JB, muito prazer em receber sua visita!
    Não é que Deus não intervém em NADA, pelo contrário, eu sou um milagre ambulante, em todos os sentidos. Já vi curas espetaculares, intervenções divinas em diversas situações. O que quero dizer é que Deus não interfere TODA HORA e em TODAS AS SITUAÇÕES. Tive muitas orações não respondidas, vi pessoas que eram para estarem conosco partirem. O que dói no coração de Deus ao meu ver é que nós - seus filhos - estamos num mundo caído. Se fosse apenas por Deus e seu amor não haveria morte nem dor. Acidentes acontecem, pessoas ficam doentes e morrem... minha mãe hoje faz 30 dias que está em coma por um AVC. Deus pode curá-la ou não. Ele sabe o que faz e continuará sendo bendito por mim, não importam as consequências.

    Um abraço meu irmão!

    ResponderExcluir
  4. Agora sim entendi sua visão, Jota.
    É difícil para mim pensar dessa forma, mas tem seu fundamento. Talvez estejamos falando da mesma coisa. A única coisa que não aceito é pensar que Deus só intervém quando o homem não pode. Isso faria de Deus simplesmente um gênio, não acha?
    Eu vou orar para que Deus intervenha na vida da sua mãe e ela possa ser curada, só para a honra e glória dEle.
    Abraço!

    ResponderExcluir

Anônimo, eu não sei quem é você, mas o Senhor te conhece muito bem. Sendo assim, pense duas vezes antes de utilizar este espaço LIVRE (poderia bloquear comentários de anônimos mas não o faço por convicção pessoal e direção espiritual) antes de ofender quem quer que seja. Estou aberto para discutimos idéias sem agredir NINGUÉM ok? - Na dúvida, leia mil vezes Romanos 14, até ficar encharcado com a Verdade sobre este assunto...