Labels

quinta-feira, 2 de julho de 2009

Salvo da Perfeição, Glória a Deus por isso!


Pessoalmente demorei mais de 15 anos para assumir minha natureza caída e entender que tem sido neste terreno cheio de podridão que tem brotado os melhores frutos do Espírito em minha vida. Quis ser santarrão, enfiei a Bíblia na goela de muita gente (inclusive na minha), expulsei demônios no tapa, fiz campanhas e vigílias, votos que não fui capaz de cumprir, outros que me custaram o emprego e alguns bens pessoais, cantei hinos que me deixavam com a consciência pesada por não viver o que saía de minha boca. Quase tudo em vão...

Tive todos os motivos do mundo para não querer continuar minha caminhada no meio dos evangélicos. Caminhei muito no deserto, inúmeras orações não respondidas, momentos de agonia, solidão, fome e sede espiritual. Vi meus castelos desmoronarem, fiquei sem chão, fui ridicularizado pela minha persistência em crer, mesmo contra as evidências.

Por outro lado recebi muitas bênçãos. Curas, portas de emprego, aumentos de salário, unção, salvação. Só me faltava discernimento, equilíbrio. Jesus falou ‘minhas ovelhas conhecem a minha voz, elas me ouvem e me seguem’... ‘ter um contato com o Criador do Universo’, como diria o Brother Simion. Não tinha jeito, conhecia a Voz e não conseguia nem queria fugir dEle. Quando Ele fala eu obedeço, se for profetada de homem, tomo muito cuidado.

Hoje não gosto de ser rotulado como evangélico. Aprendi a conviver harmoniosamente com os católicos, homossexuais, macumbeiros, chefes de milícia, prostitutas... Antes eles se afastavam de mim e eu muito mais deles. Só chegava para dar ‘surra de Bíblia’ e falar da condenação eterna. Hoje eu os ouço e eles me ouvem. Hoje eles ficam mais a vontade em abrir seus corações, expor suas dúvidas em relação à Deus... Tomam cerveja comigo, choram ao ouvir algo sobre o que Jesus tem feito em minha vida... Sinceramente não acho que estou no caminho errado.

Sentar à mesa dos escarnecedores a meu ver é muito mais do que fazer isso literalmente. É ter comunhão profunda com seu estilo de vida e isso eu não faço. O que tenho feito hoje é ‘não perder minha audiência’, como disse uma vez o Gondim.

Se faz necessário agir como judeu para ganhar os judeus, como sem lei para ganhar os sem lei, como fraco para ganhar os fracos, de todas as formas para por todos os meios chegar a salvar alguns. Isso não é coisa da minha cabeça, foi Paulo, o apóstolo dos gentios quem falou.

Jesus também chutou o balde em Mateus 11:1 - 16-19. Este merece ser colocado aqui:

'E ACONTECEU que, acabando Jesus de dar instruções aos seus doze discípulos, partiu dali a ensinar e a pregar nas cidades deles...
...Mas, a quem assemelharei esta geração? É semelhante aos meninos que se assentam nas praças, e clamam aos seus companheiros, e dizem: Tocamo-vos flauta, e não dançastes; cantamo-vos lamentações, e não chorastes.
PORQUANTO VEIO JOÃO, NÃO COMENDO E NEM BEBENDO, E DIZEM: TEM DEMONIO.

VEIO O FILHO DO HOMEM, COMENDO E BEBENDO, E DIZEM: EIS AÍ UM HOMEM COMILÃO E BEBERRÃO, AMIGO DOS PUBLICANOS E PECADORES. MAS A SABEDORIA É JUSTIFICADA POR SUAS OBRAS.'

Em outras palavras: SEMPRE vão questionar você e sua fé. Se você não faz ‘nada de errado’ é esquisito, se você come e bebe é pecador... Parei de me importar com o que pensam de mim, na boa.

Alguns livros me ajudaram muito... ‘Como Conviver Com Sua Consciência Sem Enlouquecer’ foi um deles. Pude ver que eu não era o único que não conseguia alcançar os padrões considerados ideais para um cristão. Ele apresentou o drama de consciência de caras como Moisés, Pedro, Jó, Jonas... Caras normais com uma missão, cheios de Deus e transbordantes de defeitos...

Outro muito bom foi ‘É Proibido: O que a Bíblia Permite e a Igreja Proíbe’ do Pr. Ricardo Gondim. Show de bola. O título do livro já diz tudo.

Outro que atualmente estou relendo ‘Walk On – A Jornada Espiritual do U2’... Que livraço! Quer me entender leia este livro. Mostra como Bono, The Edge e Larry Muller Jr, 3/4 do U2, convivem harmoniosamente com Adam Clayton, baixista não convertido da banda, tirando o melhor proveito do atrito em lidar com o não cristão do grupo, mas, acima de tudo, fala sobre como a igreja local onde freqüentavam tentou podar as asas da banda, fazendo com que eles deixassem de circular no meio secular e se dedicassem exclusivamente no meio gospel. Eles confiaram em sua relação com Jesus Cristo e decidiram fazer exatamente o oposto disso tudo, usando sua música e sua influência para atuar não só no meio musical mas também na política e nos direitos humanos. Cabras porretas eles. Alcançam mais pessoas para o Reino de Deus do que se estivessem escondidos no gueto da musica gospel. Isso explica como eu consigo entrar na presença de Deus mesmo ouvindo musica secular (critiquem à vontade, mas é eu e Deus e não tenho como explicar).

Agora acabou de sair o livro do Pr. Elienai Cabral Jr, ‘betesdense’ da gema: ‘Salvos da Perfeição’.Pelo título do livro vai gerar polêmica, do jeito que eu gosto... Yes! Abaixo o link:

http://www.ultimato.com.br/?pg=show_livros&util=1&registro=531

Na verdade, tudo o que eu escrevi acima foi por ter recebido o email de divulgação deste livro. Vou comprar assim que possível, mas de antemão já gostei só pelo burburinho gerado no arraial...

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Anônimo, eu não sei quem é você, mas o Senhor te conhece muito bem. Sendo assim, pense duas vezes antes de utilizar este espaço LIVRE (poderia bloquear comentários de anônimos mas não o faço por convicção pessoal e direção espiritual) antes de ofender quem quer que seja. Estou aberto para discutimos idéias sem agredir NINGUÉM ok? - Na dúvida, leia mil vezes Romanos 14, até ficar encharcado com a Verdade sobre este assunto...