Labels

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Quanto mais você dá, mais você recebe

Eu me considero uma pessoa bem resolvida, não tenho nenhuma grande deficiência ou carência emocional, apesar das inúmeras porradas que já tomei na vida nesta área. Dei tanto de mim e tive tão pouco em troca que aprendi a viver bem resolvido com o que tenho.

Isso me lembra aquela passagem de Mateus 10:11-13 que diz “Em qualquer cidade ou aldeia em que entrardes, procurai saber quem nela é digno, e hospedai-vos aí até que vos retireis. E, ao entrardes na casa, saudai-a; se a casa for digna, desça sobre ela a vossa paz; mas, se não for digna, torne para vós a vossa paz”. Não cito esta passagem pelo sentido do juízo que está explícita nos versos seguintes, mas sim pelo fato de quando você dá de você e quem está recebendo não é digno de receber você não perde nada, volta para você como um bumerangue.

Como disse, dei muito de mim, amei muito e muito pouco recebi em troca. Mas é uma equação que não se enquadra na matemática humana. O amor é uma das poucas coisas que quanto mais você dá melhor você fica, mesmo sem receber em troca. É como doar sangue: Você dá de você algo que é essencial à sua vida, traz vida a outro e aquilo que você deu se refaz dentro de seu corpo sem que você perceba. João 15:12-13 diz: “O meu mandamento é este: Que vos ameis uns aos outros, assim como eu vos amei. Ninguém tem maior amor do que este, de dar alguém a sua vida pelos seus amigos”.

E qual a maneira mais simples de darmos nossa vida pelo próximo que não por esta doação? Como diz Levídico 17:11-a: “Porque a vida da carne está no sangue”. Amar é se doar, é doar sua vida pelo próximo, é dar seu sangue pelo seu amigo. Simbolicamente e literalmente. Quanto mais você se dá, mais pleno você se torna. Quando mais você ama, mais completo você fica.

Não tenha medo de amar sem ser amado, não retenha o bem que Deus te deu de graça, temendo que venha a faltar para você. Nunca falta. A fonte jorra da eternidade, nunca acaba.

Reações:

3 comentários:

  1. Então...
    E devido a heranças de culturas religiosas equivocadas,muitos de nós estacionam entre a empolgação do grito de "aleluia e glória a Deus" realizado em grupo e o isolado pseudo-crescimento espiritual em detrimento da verdadeira e PRÁTICA reconciliação com o próximo.
    Abs...
    R.

    ResponderExcluir
  2. Exatamente, a fé evangélica é hipócrita, uma religião vã. Não sáo todos, mas a maioria vive realmente só de reteté.

    Peguei nojo!

    JC

    ResponderExcluir
  3. João,

    Aproveitando a sua deixa: partindo do pressuposto que todos são falhos - uns muito mais do que outros - e que a igreja se contamina, pois é formada por pessoas, devemos nos nortear unicamente por Jesus, a nossa rocha (Jeremias 17:5, Rm 1:25). Ele nunca falhará!

    O que não se deve é, remetendo à falha da igreja como instituição, nos afastarmos de Deus e dos Seus ensinamentos, sob o pretexto dessa contaminação.

    Abraço.

    Nele,

    Ricardo

    ResponderExcluir

Anônimo, eu não sei quem é você, mas o Senhor te conhece muito bem. Sendo assim, pense duas vezes antes de utilizar este espaço LIVRE (poderia bloquear comentários de anônimos mas não o faço por convicção pessoal e direção espiritual) antes de ofender quem quer que seja. Estou aberto para discutimos idéias sem agredir NINGUÉM ok? - Na dúvida, leia mil vezes Romanos 14, até ficar encharcado com a Verdade sobre este assunto...