Labels

terça-feira, 23 de março de 2010

Abandone seu passado e viva plenamente seu presente precioso!


Em meu ministério como pastor de uma igreja invisível (acho isso um barato!) constantemente tenho deparado com vidas ávidas por uma palavra que venha a trazer significado às suas existências ou apenas uma direção de qual caminho trilhar. Vidas sem rumo, levadas ao vento, agitadas como as ondas do mar, indo e vindo sem na verdade sair do lugar.

Presas assim a um círculo vicioso, rodam e rodam sem entretando avançar, crescem desordenadamente sem gerar frutos, tendo grandes sonhos mas sem saber como realizá-los nem ao menos terem condições para isso. Notei também que estas vidas preciosas tem em comum o fato de terem vivido passados ou muito bons ou muito ruins, ficando então presos aos fatos que já foram.

Alguns saíram de casamentos pelas portas do fundo, outros foram vítimas de traição e não conseguem perdoar, alguns foram muito prósperos e perderam tudo, outros viveram na miséria desde que se conhecem por gente. O passado dessas pessoas as acompanha, fazendo com que o presente seja anulado e os bons sonhos do futuro aconteçam apenas na imaginação, que se encontra ofuscada pelas demandas passadas.

Não conseguindo avançar, muitos retrocedem e voltam às primeiras práticas, crendo que agindo assim trarão de volta os bons tempos vividos. Vivem da lembrança do que já se foi, deixando de viver o que hoje é. Ao conversar com estas pessoas fico aflito. Meu espírito se inquieta ao ver como estas pessoas não conseguem se ver hoje, vivendo da sombra do que já se foi.

O que fazer? Confrontar? Sim e não. Muitas vezes quero falar tudo o que estou vendo, assim como tenho vontade de fazer com alguém que está jogando xadrez sem calcular a conseqüência de suas jogadas. Posso fazer isso? Nem todo mundo está aberto à críticas e sugestões. Mesmo assim procuro influenciar vidas com a minha vida.

Qual autoridade eu tenho? Autoridade não é a palavra certa, mas tenho em meus 41 anos de existência vários casos de fracassos e alguns poucos de sucesso. Entretanto, extraí o melhor de tudo e estou livre de correntes e cadeias que teoricamente poderiam me prender.

Sabe por que estou falando isso? Na verdade não tenho certeza de quem irá ler o que estou escrevendo enquanto ouço Velvet Underground**, mas quero que saibam que vale a pena fazer a coisa certa, mesmo que o mundo inteiro te dê aval para seguir o erro. Agindo de consciência pura, você tem condições de olhar para o passado caso queira fazê-lo, mas vislumbrando-o ao longe, sem amarras ou âncoras a te paralisar.

Posso hoje viver meu presente plenamente, mesmo que momentaneamente sem a abundância do passado, mas crente que estou trilhando o caminho certo, o que me dá plena convicção de que estou no centro da vontade de Deus. Meu caminho está aberto, estou leve, não sou escravo do passado. Deixei ele passar, como se deve fazer.

Hoje é o dia que o Senhor fez, o melhor presente que temos, o tal do presente precioso que dá nome a um livreto de auto-ajuda muito interessante. Este é o precioso presente que Deus nos deu. Como diz o comercial do Ford Ecosport++ que está rolando atualmente, hoje é "o último dia de minha vida", e tenho que vivê-lo plenamente. Amanhã será novamente o último dia de minha vida. Vivendo assim, mais cedo ou mais tarde este último dia terá chegado, mas terá valido a pena cada momento vivido.

O que tenho em mãos hoje? Cinco pães e dois peixinhos? Pois façamos o maior piquenique que já se ouviu falar! Quanto de azeite temos na botija? O suficiente para preparar um pequeno pão? Pois peçamos botijas à todos os nossos vizinhos e derramemos do nosso azeite dentro delas até que todas estejam cheias. E que tenhamos coragem de pegar todas as botijas vazias ao nosso redor, pois o tamanho de nossa benção será do tamanho de nossa fé.

Entenda bem o que quero dizer, não estou falando de prosperidade financeira e sim de vida plena, independente de circunstâncias. A prosperidade financeira pode vir ou não, nada contra, pelo contrário! Quero dizer que devemos viver este presente abundantemente, felizes por poder chegar em casa a noite e deitar no sofá que você tem, assistindo TV, mesmo que ela não seja a de plasma que você deseja, preparando um miojo enquanto não chega o dia do pagamento e você possa sair para jantar fora com sua amada, indo dormir com um ventilador ligado enquanto não consegue comprar o ar condicionado, em um colchão que ainda não é o mais confortável como aquele que você já teve.

Entende o que quero dizer com meus exemplos bobos? O passado já passou, tendo sido bom ou ruim. Hoje é o dia que você tem para viver e ele merece ser vivido plenamente, o futuro está a um segundo deste presente, que acabou de passar dando lugar ao próximo segundo. Pode ser que não tenhamos muitos segundos à frente, pode ser que o momento não seja o melhor, mas que possamos viver plenamente nossas vidas.

Deixo para meditação o que nosso irmão Paulo falou em Filipenses 3:13-14:

“Irmãos, quanto a mim, não julgo que o haja alcançado; mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão diante de mim, prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus”
.

Em tempo: Gente, dê uma olhadinha com cuidado e veja que Deus deixou uma caixinha para você com algo maravilhoso dentro: Seu presente. Abra-a e veja tudo o que tem lá dentro. Isso é tudo o que importa hoje para você...

**Velvet Underground
é uma das bandas mais viajantes que conheço. Dá uma olhadinha no vídeo ai embaixo:



++Ford Ecosport... Olha que comercial legal!!!!!!!

Reações:

12 comentários:

  1. Grande Lou Reed, o rei da impafia mas genio pra caramba.

    Mano, foi edificante!
    Eu tenho esta tendência de me fixar no que foi, se foi traumático então ai que fico remoendo "anos".
    A última experiência foi com a igreja "i", minha familia foi marcada da pior maneira possível,estivemos tão proximos do donos do "poder" que respigou tudo de pior.
    Enfim, saimos fora em novembro de 2009, vira-e-mexe eu fico com vontade de encontrar alguém da maçonária gospel e partir pra porrada literalmente, em outros dias fico triste por ter perdido tempo e saúde emocional.
    Preciso deste tipo de palavra e orientação que vc deu, obrigada.

    ResponderExcluir
  2. Eita! Que bom que este texto serviu para algo, rsrs!!!

    Adriana, siga em frente e esqueça o passado até que você seja capaz de olhar para trás apenas para servir de base, alicerce, testemunho, sei lá.

    Que não seja para voltar a sentir as dores do passado, pois já era, passou, não tem mais poder de tocar em você hoje.

    Sei lá, difícil explicar... mergulhe de olhos fechados no perdão, só isso...

    Bjs

    JC

    ResponderExcluir
  3. Em tempo: Você me obrigou a visitar o pai dos burros,rsrs

    Significado de Empáfia:

    s.f. Altivez, embófia, soberba, vaidade, orgulho vão.
    S.m. Indivíduo que tem empáfia, soberbo.

    ResponderExcluir
  4. hehehe

    burra sou eu que escrevi impáfia rssss
    Outro dia o Marcelo Tas fez uma pergunta engraçada em um "plantão jornalistico" de um canal desenhos, ele pergunta: "o que pensam estas antas?"
    O que pensam eu não sei, mas o que escrevem...

    Pelo jeito vc gosta de som feito por "cabeçudos" (termo utilizado por meu digníssimo para descrever o pessoal que pensa demais ou que são E.Ts mesmo).Bom gosto.Falei do Lou porque vi algumas entrevistas com ele e achei o cara um.....cara chato.

    Olha, o perdão tem sido a luz que me reboca da escuridão deste pensamentos/sentimentos.

    bjs

    ResponderExcluir
  5. Caramba! O rolo compressor que passou por vc esses dias foi de grande porte. Foi utilizado para adensar a terra do seu coração tirando o melhor do seu ser. Que texto maravilhoso! Estou vivendo um tempo de ter de não considerar mais o passado que durante anos me detonou emocionalmente e fisicamente. Vejo Deus intervindo em minha vida me levando a remover o velhor para que eu possa viver o novo D'Ele para mim. Tem sido Pauleira, pois os processos que já vivi foram doídos, Mas louvo a Deus que tem me animado de várias formas. Através da palavra que tem sido o meu suporte neste novo tempo e também através de textos excelentes como o seu, vlw.

    ResponderExcluir
  6. Oi Ana!

    O pior é que o rolo compressor não passou em cima de mim: Eu fui o rolo compressor... iso foi o pior!

    Continue firme na Palavra... só isso basta!

    Bjs

    JC

    ResponderExcluir
  7. Adriana,

    Eu só gosto de banda esquisita, cara esquisito... creio que por afinidade, somos uma categoria unida :)

    Quer ver "densidade emocional" ouça o disco "Magic and Loss" do Lou Reed, ele fez este álbum na época que havia perdido um grande amigo (acho que era um amigo.. rsrs)...

    Sinistramente lindo!

    ResponderExcluir
  8. Sim, vc foi o rolo compressor. Mas quando nos tornamos nem que seja de vez em quando um instrumento que comprime, que aperta o outro, não é nada de anormal. Pois eu muitas vezes já me portei assim e meu marido careca que o diga, rsrs. Sabe pastor,acredito que essas situações são inerentes a nós seres humanos e também válidas, quando queremos aprender. sinceramente não vejo que o pior foi vc ter sido o rolo, eu vejo que ele passou em vc também e disso saiu algo tremendo como texto acima, que abençoou a mim e sei que outros também. Enfim, tudo coopera para o bem dos que amam a Deus, paz.

    ResponderExcluir
  9. Esse texto ao mesmo tempo que reflete muito de mim, ao mesmo tempo é tão distante!!!! Reflete no que diz respeito a como eu reajo a certas situações, e quando eu não consigo entender muito bem como funciona o processo, aquilo vai me consumindo e passo noites e dias com aquela situação na cabeça, me martirizando pelo que eu disse, pelo o que eu deixei de dizer, e assim vai. E distante porque em outras situações por mais irritantes que sejam, consigo esquecer depois de minutos, como se nada tivesse acontecido. Mas já estou me policiando para poder colocar essa “balança” em equilíbrio. Como me dizia um grande amigo : “ Nem um extremos, nem outro”, mas como sou excessivamente EXTREMÁTICA, saber lidar com o meio termo, é uma tarefa árdua e faço com que ela seja diária, embora, nem sempre eu consiga. Mas como o texto diz, estou vivendo o meu presente. Um dia de cada vez!! MIRELA

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Oi Mirela extremática!!! (um neologismo nosso, com licença...)

    Já ter falei que você tem que blogar também! VocÊ manda muito bem, demorou!

    Vou ser o primeiro a ser seu seguidor!

    Beijos miguxa, te amo!!!!

    ResponderExcluir
  12. Eu amo muito mais, tipo assim...pra sempre!!

    Vou pensar..quem sabe!! rss

    ResponderExcluir

Anônimo, eu não sei quem é você, mas o Senhor te conhece muito bem. Sendo assim, pense duas vezes antes de utilizar este espaço LIVRE (poderia bloquear comentários de anônimos mas não o faço por convicção pessoal e direção espiritual) antes de ofender quem quer que seja. Estou aberto para discutimos idéias sem agredir NINGUÉM ok? - Na dúvida, leia mil vezes Romanos 14, até ficar encharcado com a Verdade sobre este assunto...