Labels

domingo, 4 de abril de 2010

Tudo o que tenho...


Tudo o que tenho é uma guitarra vermelha, três acordes e a verdade.

Esta frase diz-se que é do Bono Vox, vocalista do U2, um dos homens mais engajados com o verdadeiro cristianismo que conheço.

Digo verdadeiro cristianismo pois Bono não é um rato de igreja. Devido ao sucesso estrondoso do U2, Bono tem livre acesso a todos os círculos sociais, desde o Papa (a maioria dos "evangélicos" simplesmente abominam esta idéia) até os líderes das grandes potências como Estados Unidos, ONU & Cia, utilizando este acesso mais sabiamente que a imensa maioria dos cristãos que possuem algum tipo de influência na sociedade.

Campanhas como a do Jubileu, pregando o perdão das dívidas dos países mais pobres, atacam na raiz o mal que a sociedade vive, trazendo alívio e perpectivas de crescimento e justiça social.

Anyway, este não é o foco do que quero falar. Meu foco é a frase e seu significado para mim.

"Tudo o que tenho é uma guitarra vermelha...": Tenho poucas coisas em mãos para exercer meu ministério. Poucas coisas onde posso me apoiar. Com esta guitarra vermelha porém, consigo abrir portas para ser ouvido. Ela significa meu trabalho, a ferramenta para exercer meu trabalho.

Meu ministério alicerça-se neste pouco que tenho em mãos. Este pouco entretanto procuro usar para a glória do Reino de Deus. Circulo no meio considerado secular com ela em mãos, e muitos a vêem e pedem para que eu toque um pouco para eles. Isso me leva ao segundo ponto:

"...três acordes"
: Três acordes é tudo o que sei tocar com minha guitarra. Como os Ramones porém, faço muito barulho com estes acordes. É a base do rock & roll. Consigo colocar todo mundo para dançar sem necessariamente ser um exímio músico. Trago a "diversão" que todos querem ter. Faço-me ouvir com esta guitarra vermelha e meus três acordes. Mas o que canto ao tocar para quem me ouve?

"...E A VERDADE".

Aí que está o segredo do meu ministério. Três simples acordes em minha guitarra velha servem de base para que eu abra minha boca e fale a verdade que todos precisam ouvir.

Faço isso do meu jeito, sempre sendo muito criticado. Entre um gole ou outro de vinho ou cerveja, no meio de publicanos e pecadores, abro minha Bíblia - gravada em meu coração - e ajo como profeta de Deus.

Não profetizo o que hoje os profetas da prosperidade o fazem. Profetizo como os antigos profetas, denunciando o pecado, pois Deus fez minha cerviz dura como o ferro. Abro portas onde elas não existem, rompo grilhões, sou muitas vezes odiado e mal visto (como sei que com este texto o serei por alguns filisteus incircuncisos), mas...

mas...

PREGO A VERDADE.


É isso. Estou escrevendo isso pois diante de mim há uma porta se abrindo. Algo que já vi acontecer com outras pessoas, já li a respeito, ouvi testemunhos.

Só tem um detalhe: Não estou à venda. A base de minha vida e meu ministério está nesta guitarrazinha velha e surrada, meus três acordes e a Verdade. Nada me corremperá, pois até aqui me ajudou o Senhor.

Se for para ser será. E quero voltar aqui para continuar este assunto, quando o que tiver que acontecer aconteça.

Como diria o Ricardo Gondim:

SOLI DEO GLORIA!

Reações:

1 comentários:

  1. Olá graça e paz!

    Fico feliz em ver mais um blog cristão, espalhando a palavra
    de Deus, estou passando para te visitar, e dizer que seu blog
    está sendo uma bênção em nossa blogosfera cristã, já estou te
    seguindo.

    Faça-me uma visitinha e aproveite para participar do
    Sorteio do livro: TEMPERAMENTOS TRANSFORMADOS POR TIM LAHAYE

    Crislaine

    Abraços

    ResponderExcluir

Anônimo, eu não sei quem é você, mas o Senhor te conhece muito bem. Sendo assim, pense duas vezes antes de utilizar este espaço LIVRE (poderia bloquear comentários de anônimos mas não o faço por convicção pessoal e direção espiritual) antes de ofender quem quer que seja. Estou aberto para discutimos idéias sem agredir NINGUÉM ok? - Na dúvida, leia mil vezes Romanos 14, até ficar encharcado com a Verdade sobre este assunto...