Labels

segunda-feira, 5 de julho de 2010

Aprendendo com a obediência de Ezequiel

"A mão do Senhor esteve ali sobre mim, e ele me disse: "Levante-se e vá para a planície, e lá falarei com você". Então me levantei e fui para a planície. E lá estava a glória do Senhor, glória como a que eu tinha visto junto ao rio Quebar. Prostrei-me, rosto em terra, mas o Espírito entrou em mim e me pôs em pé. Ele me disse: "Vá para casa e tranque-se. Pois você, filho do homem, será amarrado com cordas; você ficará preso, e não conseguirá sair para o meio do povo. Farei sua língua apegar-se ao céu da boca para que você fique calado e não possa repreendê-los, embora sejam uma nação rebelde. Mas, quando eu falar com você, abrirei sua boca e você lhes dirá: Assim diz o Soberano, o Senhor. Quem quiser ouvir ouça, e quem não quiser não ouça; pois são uma nação rebelde". - Ezequiel 3:22-27

Nos versículos 1 a 14 do mesmo capítulo 3, trecho que postei alguns meses atrás, Deus havia dado o rolo com a palavra para que Ezequiel comesse. Além de ter enchido a pança com a palavra de Deus, seu espírito também ficou cheio de ira e amargura por ver a situação caótica que se encontrava a nação. Logo após, Deus o colocou como atalaia sobre a casa de Israel. Disse que o sangue dos pecadores seria cobrado de suas mãos caso Deus mandasse ele falar e ele não o fizesse.

A reação natural de Ezequiel seria a de querer sair pregando até pra manequim de loja que estivesse pelado, com medo dele morrer em pecado e ir pro inferno por ele não ter alertado. Mas não foi isso o que aconteceu. Logo após o comissionar, Deus ordenou que Ezequiel fosse ao deserto, para que lá Deus voltasse a falar novamente com ele.

Teoricamente Ezequiel já estava pronto para exercer seu ministério por estar cheio da palavra, mas havia mais uma lição importantíssima que Deus queria que ele aprendesse: Ele não poderia agir por impulso de forma nenhuma. O profeta tinha que ser totalmente obediente à voz e à vontade de Deus. Ele tinha que aprender que ora Deus manda agir, ora manda apenas assistir o circo pegar fogo, ora Deus manda você falar, ora simplesmente faz você calar a boca. O que funciona numa determinada situação pode ser totalmente catastrófico em outra aparentemente igual.

Pode observar: Quando você prega sem que Deus mande você abrir a boca você normalmente faz merda. Parece até aqueles seriados policiais que o FBI está investigando uma grande quadrilha por meses, sendo pacientes e cozinhando os bandidos em banho-maria, até que um policial de outra esfera da justiça pega o bonde andando e sai dando ordem de prisão por impulso ou desconhecimento do que realmente está acontecendo. Um grande plano atrapalhado por um profissional cheio de boas intenções, mas desatento ao plano maior.

Tenho vivido isso em minha vida. Existem pessoas ao meu redor que estão em pecado e que Deus simplesmente não mandou eu abrir a boca para falar. Parece estranho mas não é. Tenho vários colegas que são homossexuais ou envolvidos com feitiçaria, prostituição ou outro tipo de desvio e que Deus simplesmente não deu sinal verde e direção do que fazer ou falar. Não é que eu não saiba o que devo fazer. Simplesmente há casos que ainda não chegou o momento de determinadas pessoas ouvirem.

Nunca me esqueço de um sermão do Gondim anos atrás, quando a Betesda ainda estava próxima do Shopping Morumbi. Ele havia iniciado a série de mensagens sobre o livro de Gênesis. Em um determinado momento da mensagem ele disse que assim como a terra era sem forma e vazia; trevas cobriam a face do abismo e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas, assim também era a vida de muitas pessoas. Deus estava vendo tudo o que estava acontecendo, mas ainda não tinha chegado a hora de dizer “Haja Luz”.

Elas poderiam até aceitar um apelo de conversão, mas se isso acontecesse por impulso ou emoção talvez fosse até perigoso, pois elas não ficariam na fé. Deus apenas as cercava com amor, incubando como uma ave faz com seus ovos, até que chegasse o momento certo dos filhotes nascerem. Assim devemos fazer. Estar próximo dos pecadores e amá-los. Não abrir a boca fora de hora e sim fazer com que eles cada vez mais se sintam atraídos por algo que existe em você, mas que ainda não chegou a hora de você expor. Nem que Deus tenha que te amarrar ou colar sua língua ao seu paladar.

Por outro lado, na hora que Deus mandar você falar sai debaixo. Vai ser tiro de atirador de elite. Veremos conversões, transformações, curas. Tudo no momento certo. Deixe os passarinhos se aproximarem da arapuca com paciência. Depois manda pau.

Com certeza muitos não concordarão com o que escrevi agora. Para estes eu deixo um conselho: Vai reclamar com Deus ou orem por mim...

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Anônimo, eu não sei quem é você, mas o Senhor te conhece muito bem. Sendo assim, pense duas vezes antes de utilizar este espaço LIVRE (poderia bloquear comentários de anônimos mas não o faço por convicção pessoal e direção espiritual) antes de ofender quem quer que seja. Estou aberto para discutimos idéias sem agredir NINGUÉM ok? - Na dúvida, leia mil vezes Romanos 14, até ficar encharcado com a Verdade sobre este assunto...